2021/03/29

Xiaomi apresenta carregador "AirPower" que a Apple desistiu de fazer

Para além do Mi 11 Ultra e nova Mi Band 6, a Xiaomi apresentou um carregador wireless idêntico ao AirPower que a Apple apresentou mas desistiu de fazer devido às dificuldades técnicas.

Quando a Apple entrou (tardiamente) no campo do carregamento wireless, apressou-se a promover uma base de carregamento wireless que permitia carregar múltiplos equipamentos simultaneamente independentemente do local onde fossem pousados, eliminando a questão de ter que os colocar em locais específicos. No entanto, esse carregador AirPower foi sendo adiado e adiado, até finalmente ser apagado da história pela Apple - em resultado de aparentes dificuldades técnicas (aquecimento). Desde então houve empresas que demonstraram que uma base de carregamento como a prometida pela Apple era, de facto possível, como a Nomad Base Station Pro, e agora é a vez da Xiaomi.
A base de carregamento da Xiaomi recorre a 19 bobines para carregamento wireless, que permitem detectar a posição dos equipamentos a carregar e utilizar apenas as que são necessárias; fornecendo 20W de energia wireless para cada equipamento individual. E não terá passado despercebido que a Xiaomi até tenha incluído um iPhone na fotografia a exemplificar o carregamento de múltiplos equipamentos.

Face à proposta da Nomad, temos também o ponto adicional de atracção da marca, de que esta base de carregamento deverá ter um preço na ordem dos 90 euros, bastante mais apelativo que os cerca de 250 euros que são pedidos pela Nomad Base Station Pro. Resta apenas saber se a Xiaomi irá fazer chegar esta base de carregamento ao mercado ocidental, ou se por agora a irá manter como exclusivo na China (não que isso seja capaz de impedir que a mesma seja vendida pelas lojas online e enviada para o resto do mundo).


P.S. As dificuldades técnicas da Apple poderão também estar relacionadas com o desejo da sua base também ser capaz de carregar o Apple Watch, que usa um sistema diferente do Qi utilizado nos iPhones e maioria dos smartphones. Por esta altura já deverá estar arrependida de não ter utilizado o Qi standard no seu relógio, que simplificaria imensamente as coisas.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]