2021/05/30

Tesla activa monitorização do condutor com câmara interna

A Tesla vai finalmente oficializar a monitorização dos condutores usando a câmara interna existente nos seus automóveis, que já tinha utilizado para expulsar alguns deles dos programa beta do FSD.

Em Março a Tesla surpreendeu ao dizer que tinha expulso cerca de dois mil condutores do programa beta do FSD por terem abusado do sistema, e que fez desde logo suspeitar que a empresa de Elon Musk estaria a utilizar a câmara interna existente nos Model 3 e Model Y (e nos novos Model S e X, que ainda não começaram a ser entregues) para vigiar os condutores - algo que posteriormente veio a ser comprovado por um hacker, que descobriu como os condutores estavam a ser classificados pelo carro.

Agora, essa funcionalidade passa a estar oficializada com a actualização 2021.4.15.11, que passa a monitorizar os condutores para garantir que se mantêm atentos à estrada enquanto o Autopilot está em funcionamento.

Ao contrário dos que aderem ao programa beta, onde a partilha de dados com a Tesla está implícita, nesta activação para os condutores em geral, a Tesla também faz questão de salientar que todo o processamento é feito no veículo e não é transmitido para a Tesla - a não ser que os utilizadores tenham a activado expressamente a opção de partilha de dados em "Controls > Safety and Security".

É algo que a Tesla já poderia / deveria ter implementado há muito (desde que lançou o Model 3 com a câmara interior), e que não deveria ter chegado apenas depois da Tesla ter sido criticada por facilitar as distracções durante o uso do Autopilot, e de estar a usar esta monitorização para castigador os utilizadores (com a expulsão do programa FSD beta) em vez de os alertar de forma proactiva.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]