2021/06/03

Apple regressa aos escritórios em Setembro

Com o esperado regresso à normalidade pós-Covid, a Apple informou os funcionários que deverão regressar ao trabalho presencial em Setembro, na modalidade de 3 dias por semana.

Embora algumas empresas tecnológicas estejam a usar o Covid-19 como forma de promover o trabalho remoto a tempo inteiro de forma permanente, há outras que não abdicam de querer os colaboradores nos locais de trabalho habituais. A Apple é uma das que tem sido mais reticente a aceitar trabalho remoto permanente, mas a proposta dos 3 dias por semana presenciais e 2 dias remotos não será uma má opção por agora. De resto, é uma opção que espelha a que a Google também está a seguir - embora a Google também contemple a possibilidade de trabalho remoto integral, se for aprovado pelos chefes.

Dito isto, a verdade é que muitas pessoas continuam a preferir manter algum contacto físico presencial com colegas e local de trabalho, e também consideram que uma semana de 3+2 dias acaba por ser a opção mais equilibrada, e já permite poupar consideravelmente as frustrações com o trânsito ou chatice dos transportes públicos.

Veremos se este novo horário se poderá tornar no horário "standard" para muitas empresas de agora em diante, não só nos EUA mas também por cá; o que já seria um bom avanço e uma espécie de balão de ensaio para facilitar a aceitação dos trabalhos remotos a tempo inteiro - para as tarefas em que tal é possível. Afinal, se há ponto positivo no que a pandemia de Covid-19 nos trouxe, foi tornar comum a utilização das videochamadas e videoconferências, e das ferramentas de colaboração remota - a maioria das pessoas terá feito mais videochamadas em 2020 e 2021 do que nos 20 anos anteriores.


Actualização: Muitos funcionários não estão contentes com este regresso e dizem que têm sido ignorados.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]