2019/10/11

Notícias do dia

MEO segue Vodafone e NOS com tarifário ilimitado (e a Vodafone ajustou o preço para acompanhar a NOS); frequências de TDT começam a mudar em Janeiro de 2020; smartphone Umidigi X com impressões digitais no ecrã por €164; a OnePlus revelou o 7T Pro; como tirar partido das imagens automáticas do Google Calendar nos eventos; Linksys Aware faz detecção de movimento usando WiFi; e ainda os AirPods da Apple e o problema dos produtos electrónicos "perecíveis".

Antes de passarmos às notícias, temos novo passatempo de gadget da semana que desta vez te pode valer uma smart bracelet ID115 Plus; e não se esqueçam de dar um salto à A Maker Faire em Lisboa este fim-de-semana.

Teclados da Microsoft ganham teclas de emojis e Office



A demonstrar a evolução dos tempos, a próxima geração de teclados da Microsoft vem com duas teclas adicionais, dedicadas ao Office e, mais surpreendentemente, aos emojis.

A tecla de Office não é propriamente novidade, já que a MS já tinha andado a fazer alguns testes com isso há alguns meses, com a tecla a substituir a tecla "windows" do lado direito, permitindo fazer atalhos como "Office+W" para o Word e "Office+X" para o Excel. Já no caso da teclado emoji, é algo mais inesperado, e permite lançar o painel de selecção de emojis do Windows 10 - aparentemente, sem possibilidade de a redefinirmos para que escreva automaticamente um emoji específico, que poderia ser mais útil.


Pixelbook Go revelado antes da apresentação



Para garantir que não há mesmo qualquer surpresa no evento da Google (depois de se ter ficado a conhecer o Pixel 4 com todos os seus detalhes), também o futuro Chromebook Pixelbook Go chega à internet antes do evento da próxima semana.

Dependendo das versões, terá ecrã touch de 13.3" Full HD ou 4K, construção robusta, CPUs m3, i5 e i7, 8GB/16GB de RAM, 64/128/256GB, webcam de 2MP, duas portas USB-C e ficha de headphones de 3.5mm. Por interessante que possa vir a ser (dependendo dos preços), é preciso não esquecer que estas máquinas estão automaticamente limitadas pelo facto de deixarem de ter actualizações ao fim de alguns anos (mesmo que o seu hardware se mantenha perfeitamente válido) - e poderá não ser simples aplicar-lhes um sistema alternativo para se manterem actualizadas de aí em diante.


Chrome vai descrever imagens na web



A Google está a adicionar ao Chrome uma funcionalidade bastante prática, que permite utilizar a inteligência artificial de reconhecimento de imagem para criar descrições automáticas para os utilizadores invisuais. Embora seja possível adicionar descrições manuais às imagens nas páginas web, a maioria dos sites não o faz, complicando a vida a quem não vê.

Com esta opção, se não houver descrição preenchida manualmente, o Chrome fará os possíveis por tentar descrever aquilo que está na imagem. Mesmo com os erros que poderão surgir, é bastante mais útil do que ouvir "imagem sem descrição".


Huawei e Sunrise batem recorde de velocidade 5G



A operadora suíça Sunrise e a Huawei demonstraram ser possível atingir a velocidade de 3.67Gbps numa célula 5G em ambiente comercial, com múltiplos smartphones ligados simultaneamente à mesma antena. Um valor que supera o anterior recorde de 2Gbps (para velocidades atingidas em ambientes comerciais e não em laboratório ou condições "afinadas" - como tendo apenas um único smartphone ligado a uma célula).

É uma forma da Huawei demonstrar a validade do seu equipamento 5G, numa altura em que os EUA vão fazendo tudo o que podem para desincentivarem operadores de utilizarem o seu material. A questão é que a desculpa do "receio da segurança" não se deverá aplicar apenas à Huawei mas a todo e qualquer outro fabricante, independentemente do seu país, e essas questões de segurança - que são válidas - são um assunto que transcende a confiança em qualquer marca: os operadores têm que implementar medidas de segurança que validem que os seus equipamentos, sejam de quem forem, estão a fazer apenas aquilo que seria suposto fazerem.


Google apresenta apps vencedoras de "Material Design"



A Google já revelou as apps premiadas que se destacam pelo uso do Material Design, pertencentes a quatro categorias: Theming; Innovation; Universality; e Experience.

  • Theming: Ruff - uma app de notas e apontamentos
  • Innovation: Reflectly - para manter um registo diário e lidar com stress e ansiedade
  • Experience: Scripts - para aprendizagem de escrita de diferentes alfabetos
  • Universality: Trip.com - para reservas de hotéis, viagens, etc.

Não deixem de as espreitar, nem que seja apenas para verem apps cujo design a Google considera ser de referência, e que poderão inspirar muitas outras apps.


Curtas do dia


Resumo da madrugada

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]