2019/12/10

Notícias do dia

Desastre do Kickstart Coolest Cooler chega ao fim com milhares de clientes defraudados; Google mostra as prendas mais populares de 2019; Jaguar I-Pace estica autonomia para os 518 km com actualização; Google melhora realidade aumentada do ARCore com Depth API; Alexa simula despertador luminoso "wake up light" com lâmpadas inteligentes; hack de uma conta Gmail com 2FA custa €350.

Antes de passarmos às notícias de hoje, não te esqueças de participar no nosso mega-passatempo de Natal 2019 com 31 dias de prendas.

Oculus Quest ganha reconhecimento das mãos em VR



A Oculus prepara-se para dar "mãos" aos utilizadores do Oculus Quest, adicionando o reconhecimento integral dos gestos e posição das mãos em ambientes VR. E a melhor parte é que isto não obriga a investir em hardware adicional, bastando que as mãos estejam numa posição em que fiquem dentro do campo de visão das câmaras instaladas nos óculos.

A integração com as mãos ainda é, nesta fase, disponibilizada como funcionalidade experimental, mas é um grande passo no sentido de tornar os mundos VR mais acessíveis no futuro. A utilização de controladores é suficiente para algumas coisas, mas deixa bastante a desejar quando há necessidade de tirar total partido da versatilidade de movimentos das mãos.


Primeira imagem do Huawei P40?



O próximo P40 da Huawei ainda está a alguns meses de distância, mas já está a circular aquela que será a primeira imagem do próximo topo de gama da marca chinesa. A imagem de perfil revela apenas que o modelo deverá continuar a adoptar um formato com margens arredondadas, ao estilo do P30 Pro e a manter a parceria com a Leica - para um novo conjunto de câmaras que deverá superar as excelentes prestações da geração anterior e do Mate 30 Pro. Vemos também os botões laterais (o que parece indicar que a Huawei não irá arriscar em alterações com tecnologia "touch" sem botões).

Dito isto, a grande questão é saber se, até lá, a questão do acesso às apps da Google já estará resolvida; senão, por muito interessante que seja o hardware, a Huawei estará em grande desvantagem face aos restantes fabricantes nos mercados ocidentais.


Avast tenta clarificar como vende dados dos utilizadores


Tendo visto as suas extensões removidas de browsers como o Firefox por serem consideradas "spyware", a Avast apressa-se agora a tentar explicar que não fez nada de mal. Em causa está a recolha de informação sobre os utilizadores, incluindo o histórico de páginas que visitam na web, e que a empresa vende para efeitos de marketing.

A Avast tenta defender-se com base na justificação de que os dados que são recolhidos são "anonimizados" e não podem ser associados a qualquer utilizador individual, mas é algo que continuará a ser mal-encarado por muitos utilizadores que não esperavam esse tipo de comportamento por parte de produtos que esperavam que protegessem a sua privacidade e navegação na web...


Shutterstock cede à censura chinesa



As relações internacionais nunca foram simples, e o idealismo de um mundo unido com auxílio de uma só internet também não parece estar a resultar - pelo contrário. Em vez de se assistir a uma sociedade mundial com acesso a toda a informação, temos assistido a um alastramento das políticas de censura, em que países como a China usam o seu peso comercial para influenciar (leia-se: obrigar) empresas ocidentais a aplicarem censura, ou arriscarem-se a ser bloqueadas inteiramente no país. O caso mais recente é a plataforma de fotos Shutterstock, mas esse não é um caso isolado.

Não é nada fácil manter um equilíbrio saudável entre os interesses comerciais e questões políticas e éticas... e suspeito que nos próximos anos isso se vá tornar progressivamente mais complicado.


Curtas do dia


Resumo da madrugada

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]