2020/04/23

Galaxy S20 Ultra só consegue 7ª posição no DxOMark

O mais recente topo de gama da Samsung - o Galaxy S20 Ultra - apenas conseguiu posicionar-se em 7º lugar na tabela DxOMark, atrás da liderança dos fabricantes chineses.

A Samsung pode estar interessada em criar um sensor de 600MP para revolucionar a captura de imagem nos smartphones, mas por agora terá que se esforçar um pouco mais para tentar aproximar-se do topo da lista do DxOMark, já que o mais recente Galaxy S20 Ultra apenas conseguiu a 7ª posição.

O S20 Ultra obteve uma pontuação final de 122 pontos, o que o deixa empatado com o Honor V30 Pro e apenas um ponto acima de modelos como o Mate 30 Pro da Huawei e Xiaomi Mi CC9 Pro Premium.


Embora os resultados revelem uma melhoria face ao anterior modelo melhor posicionado da Samsung, o Galaxy Note 10+ 5G (117 pontos), ficam bastante aquém dos resultados obtidos pelos modelos da Huawei, Honor, Oppo e Xiaomi que lideram a tabela, neste momento com o P40 Pro na primeira posição com 128 pontos (embora com a grande agravante de não ter apps Google, o que complica a sua vida no ocidente - e descontando-se o facto da Huawei continuar a usar fotos de DSLRs para o promover).

Também não terá ajudado que a Samsung tenha lançado o S20 com o software "inacabado" no que diz respeito às câmaras, situação que tem tentado corrigir com sucessivas actualizações para melhorar a qualidade das mesmas.

4 comentários:

  1. no entanto...pelo video no Nuno Agonia deu para reparar que o Samsung está bem melhor que o Xiaomi.

    O Xiaomi tambem é a versão chinesa e parecia pouco acabada...mas é por aí que eu ja vejo a qualidade destas classificações.

    ResponderEliminar
  2. Mas também te digo, desconfio desse vídeo... Vai ver a review e comparações no gsmarena...
    Não sei o que se passou nesse vídeo até porque as fotos do Samsung dele parecem brutalmente afetadas de pós processamento na nitidez.
    Desconfio sempre de vídeos de youtube feitos sem método e sem rigor algum!
    Todos sabemos que exatamente no mesmo instante o mesmo telem pode tirar uma foto muito boa ou uma foto muito má, basta uma mínima oscilação a mais ou um ponto de focagem ligeiramente diferente para o resultados serem distintos.
    Por isso é perverso tirar conclusões com base em vídeos no YouTube e achar que os testes de laboratório ou com guidelines mais restritas é que são falsos.
    A versão do firmware também conta é muito pois basta ter uma unidade de lançamento ou pré para ter falhas que não chegam nas versões que nos fornecem.

    ResponderEliminar
  3. desconfio sempre desses sites que criam benchmarks e definem lugares para cada dispositivo. trabalho na área do marketing e sei que a maioria desses prémios são pagos pelas empresas.

    ResponderEliminar

[pub]