2020/11/17

Notícias do dia

A revelação do aumento dos preços e pioria das condições deixou a NOS "indignada" e a dizer que é mentira; o Google Pay chega a Portugal mas a Google ainda não deixa a instalar a app por cá; o GPU do M1 da Apple consegue superar uma GeForce GTX 1050 Ti; segundo a Google, já temos mais de 8 mil novos casos diários de Covid-19 em Portugal; no nosso site de cinema estreamos a nova rubrica de "chouriços da semana"; e a Google vai ser processada pelo consumo de dados "fantasma" no Android.

Antes de passarmos às notícias de hoje, temos novo passatempo que te pode valer um carregador Aukey 2x USB-C de 36W.

GitHub faz regressar youtube-dl

Depois da polémica remoção do youtube-dl e projectos relacionados, usando uma justificação que nem sequer se deveria aplicar aos projectos, o GitHub (Microsoft) muda de posição, reintegrando o youtube-dl e prometendo fazer mais esforços para proteger os developers contra pedidos de remoção abusivos.

O GitHub diz que os pedidos de remoção terão que ser melhor fundamentados, e que os developers afectados serão contactados e terão a possibilidade de disputar essa remoção antes dos seus projectos serem removidos "sumariamente", como acontecia até agora. Veremos se isso irá funcionar da próxima vez que um projecto no GitHub se tornar num alvo destes ataques.


Facebook expande ferramenta de direitos de autor a mais criadores

O Facebook vai abrir a ferramenta de direitos de autor que faz o reconhecimento de imagens e vídeos a mais utilizadores. Até agora, apenas as grandes empresas tinham acesso ao sistema que permitia enviar fotos e vídeos, de modo a que os mesmos fossem reconhecidos se fossem publicados por outras pessoas. Mas agora, também os utilizadores comuns (leia-se administradores de páginas) possam dar-lhe uso.

Quer isso dizer que praticamente qualquer página no FB poderá dizer que determinado vídeo ou imagem lhe pertence, o que por um lado vem equilibrar o cenário em termos de direitos de autor legítimos (muitas vezes com autores a serem penalizados porque uma grande empresa dizia que determinada foto ou vídeo lhe pertencia), mas também vem multiplicar o potencial para abusos. Já era altura dos sistemas de protecção de direitos de autor contabilizarem desde logo fortes penalizações para todos aqueles que usam estes sistemas de forma abusiva, em vez de serem apenas os utilizadores a terem a ameaça constante dos "3-strikes" e poderem ser expulsos de uma plataforma.


Zoom combate Zoom Bombing

O Zoom tem um novo serviço de combate ao zoom-bombing, que consiste em percorrer a web em busca de links para videoconferências, alertando o administrador das mesmas.

Com o nome pouco criativo de "At Risk Meeting Notifier", esta funcionalidade fica continuamente a monitorizar as redes sociais e sites públicos, para ver se alguém terá partilhado indevidamente o link / password de acesso a uma videoconferência, permitindo que reunião possa ser invadidada por elementos indesejados (o "zoombombing"). Uma funcionalidade interessante, mas que de nada evitará um ataque que seja combinado usando mensagens ou canais privados.


Negócio do Ransomware-as-a-Service está mais activo que nunca

Inicialmente limitado apenas aos grupos de hackers com capacidade tecnológica para criar e disseminar este malware, o negócio do ransomware tem-se tornado num império bastante mais vasto, em que existem múltplos grupos a facilitar a utilização do seu ransomware por terceiros, em troca de uma comissão.

dezenas de serviços de ransomware disponíveis à distância de uns poucos cliques, e que também ajudarão a perceber porque motivo se tem assistido a cada vez mais ataques. Estes "serviços" incentivam que qualquer pessoa se queira aventurar em ganhar dinheiro fácil (e ilegalmente), desde que tenha tempo e vontade para lançar campanhas de spam, ou esteja disposta a testar credenciais expostas na net e tentando infiltrar-se em empresas ou outras entidades. E o mais "chato" é que, com tanta oferta, não há qualquer hipótese de que qualquer ataque feito pelas autoridades possa impedir que o negócio continue, bastando aos atacantes mudar do serviço de ransomware X para o ransomware Y.


Curtas do dia


Resumo da madrugada

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]