2021/03/17

Notícias do dia

Intel revela CPUs Core de 11ª geração para desktops; Google reduz comissão na Play Store para alguns developers; Apple atrás da Samsung nas velocidades 4G e 5G; nas promoções temos um portátil Chuwi AeroBook a €318; o Realme GT foi removido do AnTuTu por batota; e a Califórnia proíbe o uso dos Dark Patterns que visam enganar as pessoas.

Antes de passarmos às notícias, ainda vais a tempo de participar no passatempo livro FCA desta semana: o "Bases de Dados - Fundamentos e Aplicações"; e também já arrancou o novo passatempo gadget da semana, que te pode valer um anel de luz LED. Participa e partilha.

França dá parecer favorável ao anti-tracking da Apple

O regulador francês decidiu a favor da Apple, considerando que as medidas de anti-tracking que se prepara para implementar no iOS não são abusivas nem violam os direitos dos consumidores nem das empresas, mas alertou para que irá analisar o caso para verificar se a Apple aplica as mesmas regras às suas próprias apps, para que não fique em posição de vantagem face às apps de outros developers.

Esta é, no entanto, uma decisão que irá ter repercussões por toda a indústria do tracking, e que tem levado os gigantes tecnológicos a procurarem alternativas para continuarem a ter acesso aos dados cruzados que tanto desejam para saberem as preferências de cada um dos utilizadores, e assim poderem leiloar a sua atenção para a apresentação de publicidade direccionada. Como o caso que se segue:

Empresas chinesas avançam com novo sistema de tracking

Para fazer face ao bloqueio do tracking que a Apple prepara no iOS, um conglomerado das maiores empresas tecnológicas chinesas, incluindo a Tencent e ByteDance, estão a desenvolver um sistema CAID que permitirá fazer o tracking dos utilizadores e partilhar a informação entre elas, de forma independente da que seria permitida ou bloqueada pelo iOS. A Apple prepara-se para restringir o acesso ao identificador IDFA que poderia ser usado pelas apps para o tracking dos utilizadores - deixando ao critério dos utilizadores se aceitam isso ou não, para cada app - mas pouco poderá fazer para evitar o chamado tracking 1st-party feito directamente pelas empresas / apps.

Vai ser bastante irónico, que as medidas promovidas pela Apple para dar aos utilizadores maior controlo sobre a sua privacidade no iOS, acabem por ter o efeito precisamente oposto, levando à criação de novos sistemas de tracking - não só por parte das empresas chinesas mas também outras como a Google - que dificultem ainda mais esse controlo.


Huawei exige pagamento de licenças 5G à Apple e Samsung

Bloqueada pelos EUA, a Huawei não desiste de usar os trunfos que tem, neste caso exigindo à Apple e Samsung o pagamento de licenças pela utilização de tecnologia 5G sobre a qual detém inúmeras patentes. Para não complicar demasiado e se arriscar a novas repercussões, a Huawei diz que são licenças que têm preço bastante concorrencial; e serão uma forma da empresa continuar a facturar à custa dos seus concorrentes.

É no entanto uma situação curiosa, pois teoricamente as empresas norte-americanas estarão impedidas de terem qualquer tipo de relações comerciais com a Huawei. E se assim for, terá que ser arranjada alguma excepção para este caso, em que poderá tornar-se inevitável que empresas americanas como a Apple tenham que o fazer para poderem usar tecnologia 5G nos seus equipamentos. (Neste momento, a administração Biden tem mantido os bloqueios à Huawei e outras empresas chinesas, iniciados na era Trump.)


TikTok com publicidade direccionada obrigatória (excepto na Europa)

Em contraciclo com as preocupações actuais, o TikTok anunciou que irá deixar de dar aos utilizadores a opção para não terem publicidade direccionada já a partir do próximo mês (15 de Abril), significando que a informação que for recolhida sobre cada utilizador irá ser utilizada para apresentar publicidade personalizada.

É uma medida algo radical e que pode ser considerada abusiva (podendo também estar relacionada com o novo sistema de tracking, referido na notícia acima), mas que na Europa será travada automaticamente pelo RGPD / GDPR, que faz com que os utilizadores europeus por enquanto fiquem a salvo deste tracking... ou assim se espera. Uma coisa é certa, fica cada vez mais visível para os utilizadores finais, o quanto muitos serviços acabam por ser meros veículos camuflados para a apresentação de publicidade e tracking das suas preferências.


Curtas do dia


Resumo da madrugada



Curiosidade do dia: A primeira câmara digital foi criada pela Kodak em 1975 com um sensor CCD. Pesava vários quilos e tinha uma fantástica resolução de 0.01 Megapixeis, a preto e branco.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]