2021/08/17

Notícias do dia

Painéis solares produzem menos no Verão devido à temperatura; Tesla investigada por colisões do Autopilot com veículos de emergência parados; Android ganha controlo via gestos faciais; EUA preparam lei para exigir abertura das app stores; Jeff Bezos processa NASA por causa de contrato lunar com a SpaceX; Google remove app de cursos gratuitos por ter donativos no site oficial.

Antes de passarmos às notícias, já temos novo passatempo gadget da semana, que desta vez te pode valer um powerbank solar Xiyihoo de 30000 mAh.

OnlyFans aposta em app sem nudez

O OnlyFans quer crescer e afastar-se da sua associação apenas a conteúdos "para adultos", e para isso tem uma app OFTV apenas com conteúdos "adequados", que fica disponível para iOS, Android, e Smart TVs.

Até agora tanto a Apple como a Google tinham impedido que uma app do OnlyFans fosse disponibilizada nas suas app stores, por causa de ser uma plataforma muito usada por cam girls e actores e actrizes porno para disponibilizarem vídeos exclusivos para os seus fãs. Mas a plataforma é também usada por muitas outras pessoas que eram penalizadas por essa associação. Com a OFTV a plataforma procura legitimar-se junto das demais plataformas de apoio aos criadores, e espera conseguir atrair mais pessoas que criem conteúdos adequados para todos.


Lista de "terroristas" da Homeland Security estava acessível para todo o mundo

Um investigador de segurança descobriu uma lista de suspeitos de terrorismo da Homeland Security dos EUA, que estava acessível publicamente na internet. A lista inclui dados sobre as pessoas, passaportes, e o seu estado de estar aprovado ou não para viagens de avião.

Curiosamente, mesmo depois de ter reportado a descoberta à Homeland Security, a base de dados manteve-se acessível durante três semanas até finalmente ser removida. Parece que nem mesmo os serviços secretos dos EUA conseguem evitar as más configurações de bases de dados na cloud, como tão frequentemente acontece em empresas civis.


Google revela Pixel 5A 5G

A Google revelou a versão remodelada do seu Pixel 5A em versão 5G, resultando numa nomeclatura algo curiosa: o Pixel 5A 5G. Este modelo vem com melhorias face ao 4A 5G mas, mas importante, um preço mais reduzido.

O ecrã OLED do Pixel 5A 5G passa de 6.2" para 6.34" (mas mantém-se nos 60 Hz), enquanto no interior encontramos um Snapdragon 765G, 6GB e 128GB, câmaras traseiras de 12.2 MP + 16 MP, e frontal de 8 MP. O sensor de impressões digitais é tradicional, na traseira, e a bateria sofre um generoso aumento, passando dos 3885 mAh para os 4680 mAh, que deverá dar maior descanso a nível da autonomia. Vem com um carregador rápido de 18W, que marca o fim dos carregadores incluídos nos píxeis (ver notícia seguinte).


Google Pixel 6 sem carregador incluído

A Google é a mais recente empresa a seguir a tendência iniciada pela Apple, de não incluir um carregador com os smartphones. O Pixel 6 que será lançado em breve não vai incluir um carregador, fazendo com que o Pixel 5A 5G (acima) seja o último smartphone da família a vir com o carregador na caixa.

A justificação da Google é a mesma que já foi utilizada pela Apple e pela Samsung quando deixaram de fornecer os carregadores, dizendo que a maioria dos consumidores já terá carregadores suficientes em casa para carregar os seus novos smartphones, e que assim se evitam centenas de toneladas de material electrónico desnecessário.


Curtas do dia


Resumo da madrugada



Curiosidade do dia: A primeira bomba atómica foi detonada a 16 de Julho de 1945 no Novo México, EUA, em resultado do Projecto Manhattan Project. No mês seguinte, seriam usadas pela primeira vez contra o Japão, em Hiroshima e Nagasaki a 6 e 9 de Agosto respectivamente, matando 210 mil pessoas e afectando centenas de milhares mais pelas décadas seguintes.


Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]