2021/10/19

Notícias do dia

Estamos a celebrar os 14 anos de Aberto até de Madrugada; a Apple apresentou os novos MacBooks Pro com M1 Pro e M1 Max (e notch no ecrã), a par de AirPods 3 e HomePod Mini coloridos; também temos direito a um pano de limpeza Apple por €25, mas que só é compatível com produtos Apple; a Dbrand volta a vender tampas para a PS5; e descobrimos que 3% das pessoas lavam os seus smartphones (com água).

Antes de passarmos às notícias, temos o passatempo gadget da semana que te pode valer uma coluna Bluetooth Anker Soundcore Mini; e temos também o passatempo adicional do nosso 14º aniversário que te pode valer um Samsung Galaxy M22.

macOS Monterey chega sem Universal Control

Quem esperasse poder controlar o seu iPad "automagicamente" a partir do seu Mac, como demonstrado pela Apple através do novo sistemas Universal Control, terá que aguardar mais algum tempo.

Apesar do novo macOS Monterey chegar a 25 de Outubro, a funcionalidade Universal Control, que permite usar um iPad com o teclado e rato do Mac, não estará pronta a tempo do lançamento - ficando prometida para uma actualização futura. Não sendo uma novidade (muitas funcionalidades demonstradas ou apresentadas só acabam por ficar disponíveis mais tarde), não deixa de nos fazer pensar se não estaremos a ser tratados como eternos beta testers, com os consumidores a serem continuamente aliciados "com que há-de vir", em vez de se focarem no que realmente está disponível no momento.


Instagram com posts colaborativos

O Facebook quer tornar o Instagram numa experiência mais partilhada, e vai permitir que se criem publicações ou reels criados por dois autores, que partilharão os likes obtidos.

Também passará a ser possível publicar fotos e vídeos a partir de computadores desktop - algo que até ao momento estava disponível apenas como teste limitado a alguns utilizadores - e teremos uma nova série de filtros e efeitos, que até incluem a possibilidade de apresentar texto com efeito tridimensional que pode ficar parcialmente escondido pelas pessoas nos vídeos.


Autonomia dos novos MacBook Pro M1 abaixo dos modelos anteriores?

Na apresentação dos novos MacBooks Pro com chips M1 Pro e M1 Max, a Apple fez questão de referir repetidamente a sua eficiência e autonomia, dizendo que são os MacBooks com maior autonomia de sempre, só que na realidade as coisas podem não ser bem assim.

A Apple convenientemente escolheu o teste de autonomia de ver vídeo, que privilegia os seus chips (que têm hardware dedicado a essa função). E bastará usar como referência o MacBook Pro de 13" (com chip Intel) que anuncia 20 horas de autonomia, face às 17 horas do novo MB Pro 14 e 21 horas do MB Pro 16, apesar destes terem bateria muito maior. Claro que a nível de desempenho / autonomia as coisas quase seguramente continuarão a ser vantajosas para os novos MacBooks Pro, equipados com chips bastante mais poderosos - mas esse desempenho acrescido também se irá fazer notar na autonomia, que em utilização real (alguém compra um MacBook Pro para passar 21 horas a ver filmes?) deverá acabar por ficar em níveis idênticos aos que se tinha nos modelos anteriores. Será interessante ver que tal são os resultados de testes em utilização real, quando chegarem às lojas.


MacBook Pro 16 estreia carregador GaN de 140 W

A acompanhar o novo MacBook Pro 16, e apesar da promessa de maior eficiência energética (e em linha com as preocupações da notícia anterior), a Apple fornece um carregador de 140 W com tecnologia GaN (pela primeira vez num carregador Apple) e que segue o standard USB-C Power Delivery 3.1. Os modelos de 14" vêm equipados com carregadores de 67 W ou 96 W dependendo dos modelos (se estes novos MacBooks fossem radicalmente hiper-eficientes, mesmo este modelo mais poderoso deveria contentar-se com um carregador mais modesto).

Apesar de ser possível carregar o MacBook Pro 16 através de USB-C / Thunderbolt, nesse caso ficará limitado a um máximo de 100 W, por ser o máximo que o Thunderbolt 4 permitia. Daí a Apple recomendar a utilização deste carregador e da sua nova ficha MagSafe. Para quem quiser comprar o carregador em separado, prepare-se para pagar €105, ao qual terá que adicionar €55 para o cabo USB-C para Magsafe 3.


Curtas do dia


Resumo da madrugada



Curiosidade do dia: O primeiro MacBook Pro da Apple foi lançado em 2006, marcando a transição para os Macs com CPUs Intel depois da gama PowerBook com CPUs PowerPC. Em 2021 assistimos a nova transição, desta vez para os CPUs M1 da Apple.


Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]