2021/12/03

NOS replica Vodafone com 5G até 31 de Janeiro

Também a NOS segue o exemplo da Vodafone e anuncia uma demonstração do 5G para todos, gratuita até 31 de Janeiro, passando a custar €5 mensais a partir daí nos tarifários que não o tiverem incluído.

A NOS assumiu-se como a grande vencedora do leilão 5G e foi a primeira a anunciar a activação do serviço 5G, mas na altura sem entrar em grandes detalhes. Agora parece que o motivo era aguardar para ver o que a concorrência ia fazer para, ao bom estilo da regra que os três principais operadores nacionais seguem por cá, fazer exactamente a mesma coisa.

Ou seja, a NOS replica a proposta da Vodafone, tentando aliciar os clientes com uma amostra gratuita do 5G até 31 de Janeiro de 2022. A partir daí, o 5G passará a estar incluído apenas nalguns tarifários seleccionados (tarifários Sem Limites, tarifários com 10 GB de dados ou mais, internet móvel pós paga com todo o tráfego incluído), com todos os outros a terem que pagar uma "taxa 5G" de €5 por mês caso queiram continuar a ter acesso às velocidades acrescidas do 5G. Mas também aqui, não se esqueçam que os actuais limites de dados se podem evaporar com alguns simples Speedtests, fazendo com que a simples experimentação gratuita resulte numa conta inesperada (a ganância dos operadores nem sequer os fez considerar oferecer dados ilimitados durante este período, que seria o apropriado - enquanto não se digam a migrar todos os tarifários para dados ilimitados, como deveriam fazer).

Este tipo de tácticas de dar uma "amostra" com a esperança de agarrar subscritores mais faz lembrar as tácticas usadas por "dealers" na promoção de substâncias ilícitas. Não há ofertas temporárias que escondam o triste cenário de que em Portugal pagamos muito mais pelas comunicações móveis, e temos que lidar com limites de dados desadequados da realidade, para não falar dos tarifários zero-rating ilegais com discriminação de dados por serviço. Não haverá um único operador que tenha a coragem - e decência - de aproveitar a transição para o 5G para realmente fomentar a revolução que tanto é anunciada, começando por ajustar os tarifários mobile no sentido de os tornar todos em ilimitados, aproximando-se daquilo que temos nas ligações fixas? É pena que assim não seja...

3 comentários:

  1. Não se vai fritar pessoas de borla. Querem radiação com farturinha! Pagam!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As porcarias que as pessoas comem (batata frita, Hamburgs, doces, etc.) matam muito mais que o 5G e não vejo aqui ninguém preocupado com isso, nem tu!

      Eliminar
  2. Mais uma vez os beneficiados são os clientes das grandes cidades. Nas pequenas localidades, acabam por não haver benefícios. Publicidade enganosa e desleal...

    ResponderEliminar

[pub]