2021/12/17

Notícias do dia

O HDMI 2.1 vai ser um engano para os consumidores; Apple lança Swift Playgrounds no iPad e deixa publicar apps na App Store; Windows 11 prepara adeus ao Control Panel tradicional; o Huawei Watch D mede pressão sanguínea; e a Apple quer fazer os seus chips wireless para se livrar da Broadcom.

Antes de passarmos às notícias de hoje, relembro que já está a decorrer o nosso mega-passatempo Natal 2021 - 31 dias de prendas no AadM. Participa e partilha!

Meta alerta 50 mil utilizadores que estão a ser espiados

O Facebook / Meta alertou 50 mil utilizadores em mais de 100 países de que estão a ser alvo de campanhas de espionagem.

Embora seja salutar ver este tipo de alertas, que recordam os riscos a que estão sujeitos jornalistas, activistas e outras pessoas "de interesse" para certos governos e entidades, não se pode deixar de achar curioso que, neste caso, isso esteja a ser feito por uma empresa cuja actividade principal consiste precisamente em "espiar" os utilizadores em níveis que igualam ou superam o que muitos spywares conseguem fazer.


Vulnerabilidade Log4j continua a gerar o caos


A vulnerabilidade Log4Shell continua a causar o caos e pânico a nível mundial, à medida que o número de ataques se vão multiplicando e a verdadeira extensão dos afectados ainda se torna difícil de contabilizar. Por agora, continua a confusão, com até versões que se pensavam ser seguras a revelarem-se, afinal, inseguras, obrigando a novas actualizações e novas medidas de mitigação de potenciais ataques. E, para cúmulo, ainda há muitas empresas e entidades que nem sequer iniciaram o processo de actualização - para não falar de todos os produtos e serviços já sem suporte, que permanecerão vulneráveis - e que se tornam em autênticas bombas relógio apenas à espera que um dos ataques lhes acerte.




França obriga Clearview AI a apagar rostos franceses

A Clearview AI, empresa que acumulou 10 mil milhões de rostos retirados da internet sem qualquer autorização, foi oordenada pela entidade de protecção de dados francesa (CNIL) a eliminar todos os rostos referentes a cidadãos franceses, por violação do RGPD - algo que replica ordens idênticas de outros países, e que mais sentido faria que fosse desde logo aplicada em bloco em nome de todos os estados membros da UE que sigam o RGPD.

A grande questão é que este é um problema estilo "caixa de Pandora", em que será impossível impedir que o mesmo tipo de coisa seja feito por outras entidades no futuro (ou melhor dizendo, já esteja a ser feito) longe do escrutínio público. As expectativas de poder identificar qualquer rosto a nível mundial são demasiado tentadoras para que agências de segurança de todos os países não fiquem a salivar perante a possibilidade de ficarem com estes dados.


Curtas do dia


Resumo da madrugada



Curiosidade do dia: O primeiro disco rígido de 3.5" foi criado em 1983 pela empresa Rodime. Tinha uma capacidade de 10 MB, que actualmente nem permitiria guardar uma única foto de uma câmara de alta-resolução.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]