2022/05/26

Notícias do dia

Tesla usa travões para assistir travagem regenerativa limitada; Covid deixa impacto de longa duração em 20% dos infectados; Mercedes mostra EQG a girar a 360º; Ikea tem novo hub e app compatível Matter; e DuckDuckGo enfrenta avalanche de críticas por deixar passar tracking da Microsoft no seu browser.

Antes de passarmos às notícias, já temos novo passatempo semanal, que desta vez te pode valer uns earphones BT Black Shark.

Google enfrenta novo processo no Reino Unido

Com o Brexit, a Google e outras empresas tecnológicas enfrentam agora dores de cabeça a duplicar na Europa. Além dos processos da UE, têm também que lidar com processos no Reino Unido, como o que agora está a ser iniciado contra a Google por potencial favorecimento ilegal da sua própria rede de publicidade face a serviços rivais.
A apresentação de publicidade na internet envolve todo um complexo sistema de leilões que ocorre nos bastidores, onde milhares de empresas licitam pela apresentação do bloco de publicidade que potencialmente será mais lucrativo e proveitoso (daí o grande interesse em saberem o máximo possível sobre a pessoa que o irá ver). A Google, enquanto fornecedora do serviço de exibição de publicidade, mas também fazendo parte dos licitadores, é acusada de beneficiar as suas próprias licitações. Por conta de casos como este, é possível que num futuro não muito distante as empresas sejam forçadas a separar certos serviços, para não ficarem em posição dominante e monopolista que permite este tipo de coisa.


Oura lança anel inteligente Gucci

Criar um anel inteligente é um desafio de engenharia, mas agora a Oura tenta apelar ao público mais virado para a moda com o Gucci x Oura Ring.

Em preto com decorações em ouro, utiliza a mais recente tecnologia da Oura para miniaturizar num anel toda a tecnologia que estamos habituados a ter nas smart bracelets e smartwatches, podendo monitorizar actividade, frequência cardíaca (que diz ser mais fiável por ser medida no dedo), e registo do sono. O preço é de uns excessivos $950, mas tem como vantagem dispensar o sistema de mensalidades que a Oura começou a aplicar nos seus anéis ($300 + 6$ por mês).


Huawei aposta nos wearables e portáteis

O novo director para a área de consumo da Huawei Portugal chega com ambições redobradas, pretendendo posicionar a marca chinesa no top das vendas de wearables e portáteis no mercado nacional.

Jiandong Xue já foi responsável pela gestão das lojas Huawei na China (mais de 50 mil!) tendo depois passado para as operações na Europa, e agora assumindo a posição de diretor de retalho da Western European. Com a marca a estar limitada no que pode fazer nos smartphones, a aposta volta-se para os wearables, onde já terá conquistado 20% do mercado, e também nos portáteis, onde continua a oferecer produtos bastante competitivos.


Google adia Pixel dobrável

Apesar da recente aproximação da Google e da Samsung (que até passaram a ser parceiros no Wear OS), parece que não veremos um Pixel dobrável tão cedo.

A Google ainda não oficializou estar a trabalhar num smartphone com ecrã dobrável, mas os mais recentes rumores indicam que os planos da Google referentes a esse suposto modelo dobráve terão sofrido novo atraso. Nesta fase, não seria preciso muito para a Google lançar um dobrável, bastando pegar na estrutura de um dos modelos da Samsung, dar-lhe uns retoques estéticos, aplicar-lhe o seu chip Tensor, e já estava. Isto para não falar de pegar num modelo dobrável Samsung tal como está e limitarem-se a aplicar-lhe um Android limpo.


Curtas do dia


Resumo da madrugada



Curiosidade do dia: A primeira vacina contra uma doença infectocontagiosa foi a vacina da varíola, criada pelo médico britânico Edward Jenner em 1796.


Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]