2023/01/15

Twitter cortou deliberadamente acesso a apps não oficiais

Embora ainda sem anúncio oficial, surgem informações internas do Twitter que dizem que o corte do acesso às apps não oficiais terá sido propositado.

No seguimento da actualização que vem dar mais destaque aos tweets sugeridos em vez da timeline cronológica - e que desde logo nos tinha feito perguntar se não seria um prenúncio para o fim das apps não oficiais - o Twitter deixou de estar disponível numa série de apps populares, como o Twitterific, Tweetbot, Echofon, Fenix e outras. Com os dias a passarem, sem que o acesso seja restaurado, começam a surgir informações que fazem temer o pior.

Apesar do Twitter se manter completamente silencioso quanto a isto, apesar desta falha afectar dezenas de apps com centenas de milhares de utilizadores, surge a indicação que valida o cenário que se temia: de que este bloqueio das apps não oficiais do Twitter é propositado e não um erro.
Mesmo antes da era Elon Musk, o Twitter já tinha tratado com desnecessário desprezo estas apps, aplicando restrições sucessivas, que a certo ponto até limitavam a quantidade máxima de utilizadores que cada app poderia ter, para assegurar que nenhuma app não oficial pudesse ter mais sucesso que a app oficial. Medidas bastante injustas considerando que algumas delas tiveram papel bastante importante para tornar o Twitter num serviço conhecido numa altura em que a app oficial era bastante "fraca" (para não usar termos pejorativos). Não que isto signifique que actualmente as coisas estão melhoras, bastando relembrar o que foi mencionado acima, da insistência nos conteúdos sugeridos e promovidos em vez da timeline cronológica livres desses extras indesejados.

De qualquer forma, não deixa de ser uma forma completamente vergonhosa de tratar tanto os developers dessas apps como os próprios utilizadores do Twitter, não tendo dando qualquer pré-aviso ou período mínimo para uma transição - e, mesmo tendo-se passado dias, continuando sem qualquer anúncio ou explicação oficial para esta situação.

Sem dúvida que o intuito será fazer com que mais utilizadores passem a utilizar a app oficial, o que será inevitável se se tornar impossível usar qualquer outra app. Por outro lado, é uma atitude que também pode acabar por ser a gota de água que faça com que alguns utilizadores digam adeus ao serviço e se mudem para o Mastodon ou outras alternativas.


Actualização: Passada uma semana, o Twitter finalmente quebrou o silêncio para confirmar a proibição das apps não oficiais.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]