2018/09/12

Notícias do dia

O dia de hoje está a ser dominado pela aprovação dos filtros de uploads e taxa dos links e a apresentação iminente dos novos iPhones da Apple, mas antes disso, revisitamos o iPhone X - 1 ano depois; espreitmos os destaques da IFA 2018; o YouTube Kids chega a Portugal; as chaves dos Tesla Model S podiam ser copiadas em segundos; e ainda a ridícula situação a que se chegou com o abandono das fichas dos headphones, com o novo dongle USB-C da Google que melhora a autonomia a ouvir música.

Antes de passarmos às notícias de hoje, relembro que já arrancou novo passatempo do gadget da semana, onde estamos a oferecer uma smart bracelet 115Plus.

Tesla reduz catálogo de cores para simplificar produção



A Tesla reduziu as cores disponíveis no sistema de configuração automático dos seus automóveis de 7 para 5, dispensando as cores Obsidian Black e Metallic Silver. A medida visa simplificar a acelerar a produção, reduzindo o número de variantes na linha de montagem, sendo que quem quiser mesmo ter estas cores poderá continuar a fazê-lo através das opções de personalização adicionais - mas mediante um custo acrescido - tal como era feito para as cores especiais branco pérola e vermelho multi-camadas.

Só a cor preto base é que não implica um custo adicional, sendo que tanto o cinza escuro metalizado e o azul metalizado custam mais 1600 euros (no Model S em Portugal), e as cores especiais adicionais - nas quais agora se inserem as duas referidas - representam um acréscimo de 2100 euros.


Apple continua sem corrigir erro que deixa falsificar URLs no Safari


O Safari contém uma falha que permite que um site malicioso apresente um URL que pareça ser de um site legítimo, facilitando ataques de phishing. É uma falha que também afectava o Edge da Microsoft; a diferença é que enquanto a MS se apressou a corrigir o problema, a Apple continua sem o fazer, mesmo já se tendo passado mais de 90 dias - motivo pelo qual o investigador que a descobriu expos a situação publicamente.

... Devem estar demasiado ocupados a ultimar o iOS 12 e a preparar a apresentação dos novos iPhones, iPads e Apple Watch que será feita daqui por algumas horas.




Amazon vai vender pinheiros de Natal de tamanho "real"



Quem não dispensar um pinheiro real para celebrar o Natal poderá este ano recorrer à Amazon para o fazer chegar a sua casa (nos EUA). Depois de ter disponibilizado pinheiros de pequenas dimensões, a Amazon expande o serviço este ano para incluir pinheiros de "tamanho real", com mais de 2 metros de altura.

Alguns críticos dizem que isto estraga parte da tradição natalícia, de ir escolher um pinheiro e transportá-lo até casa; mas outros relembram que as tradições já não são o que eram, e que também os pinheiros de Natal poderão beneficiar com a maior conveniência de poderem ser comprados online e serem entregues em casa sem chatices adicionais.


Novos iPhones de 2018 serão o iPhone XS, XS Max e XR



O facto de estarmos a poucas horas da apresentação dos novos iPhones não impede que os curiosos continuem a tentar saber tudo sobre o que irá ser apresentado, e segundo referências no próprio site da Apple, os novos iPhones serão o iPhone XS, XS Max e o XR (este último a versão "económica" com LCD).

Também nos Apple Watch foram apanhadas referências que indicam que o seu tamanho passe de 38 e 42mm para 40 e 44mm.

... Tudo será confirmado em breve. Esperemos é que não seja dada muita "seca" até que mostrem aquilo que realmente interessa: os preços de todos estes novos brinquedos! (Bem que poderia começar o evento logo com a exibição dos produtos novos e preços... e depois bem que poderiam demorar o tempo que quisessem a falar deles! ;)


Tesla baixa preço do seu carregador wireless (e reembolsa clientes)



O carregador wireless da Tesla para smartphones era caro mas esgotou rapidamente, mas a empresa já repôs o stock e aproveitou a oportunidade para baixar o preço de $65 para $49. Um preço que ainda é elevado face a outros carregadores wireless Qi com bateria integrada no mercado, mas que se torna um pouco mais aceitável.

Mais que aceitável é também a "prenda" que a Tesla está a dar a todos os que tinham comprado o carregado ao preço original, estando a proceder à devolução da diferença do valor para este novo preço reduzido. Assim evita que muitos clientes fiquem tentados a fazer a devolução do carregador que tinham comprado para fazerem nova compra ao preço mais baixo, ou a sentirem-se enganados.


Curtas do dia


Resumo da madrugada

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]