2019/01/22

Notícias do dia

Da China chegam-nos promessas interessantes para smartphones, como o Vivo Apex que dispensa todos os botões e fichas externas e um Meizu que pode ter uma câmara frontal invisível escondida sob o ecrã; a Ubiquiti lançou a app WiFiman para diagnóstico de redes WiFi; nas promoções temos o Nokia X6 a €177; os fabricantes chineses definem um acréscimo de €65 para o 5G; e a nova gestão da AT&T do Machinima eliminou anos de vídeos do YouTube.

Antes de passarmos às notícias do dia, já está a decorrer o passatempo FCA em que tens que escolher o livro que mais te interessa; e aproveito para relembrar que o nosso primeiro meeting mensal de 2019 é já este sábado.

Apple abandona LCDs nos iPhones em 2020



Não será grande surpresa, mas os últimos rumores apontam para que a Apple abandone os LCDs e passe a adoptar ecrãs OLED para todos os seus iPhones já no próximo ano. A estreia do ecrã OLED no iPhone X marcou um ponto de viragem que não deixou margens para dúvidas, e que foi continuado pelo iPhone XS e XS Max, deixando apenas o iPhone XR com um ecrã LCD.

Ainda me lembro (sem nenhuma saudade) dos tempos desperdiçados a discutir com pessoas que afirmavam a pés juntos que os iPhones nunca iriam ter ecrãs OLED. No entanto, aqui está o resultado. Agora a pergunta que interessa colocar é: quantos mais anos serão precisos para que a Apple aplique um ecrã OLED aos iPads. :)


Android Q vai ter mais opções de bloqueio para os operadores



Já espreitamos algumas das primeiras novidades do próximo Android Q, mas nem todas elas funcionarão a favor dos utilizadores. Foi descoberto que o Android Q vai também contar com mais opções de bloqueio para os operadores limitarem o funcionamento dos smartphones com esse sistema.

Os operadores terão mais liberdade em escolher quais os cartões SIM que poderão funcionar ou não funcionar em cada smartphone, incluindo para os modelos dual SIM - chegando até ao ponto de poderem definir que só se possa usar um cartão SIM de um concorrente no segundo slot caso no primeiro slot esteja um cartão SIM "aprovado".

... Mais um motivo pelo qual só se devem comprar smartphones completamente desbloqueados! (Se em vez disto se concentrassem em suportar devidamente os eSIM, isso é que era.)


Tesla atenua aumento dos carregamentos Supercharger



Depois de ter assustado os clientes com o anúncio de um aumento substancial no custo do carregamento nos postos Supercharger, a Tesla optou por moderar um pouco essa decisão.

Em vez de um aumento que rondava os 30%, a Tesla ajustou esse valor, aumentando "apenas" 20%. Por exemplo, na Noruega o preço antes do aumento era de 1.40 coroas, tendo aumentado para as 1.86 coroas (aumento de 32.8%) e agora ajustado para as 1.70 coroas (ainda assim, um aumento de 21% face ao preço original). Parece-me que não resta margem para dúvidas, de que esta táctica da "terapia de choque" terá sido deliberada, de forma a fazer parecer com que o aumento de 20% seja mais aceitável e até um "favor" que a Tesla faz aos clientes..


Samsung lança o mais pequeno sensor ISOCELL 


Nos sensores de imagem o que se deseja é ter o tamanho dos pixeis o maior possível para captarem mais luz, mas isso entra em conflito directo com a necessidade de ter o sensor mais pequeno possível, para caber num smartphone de dimensões reduzidas e usar objectivas mais compactas. O ISOCELL Slim 3T2 da Samsung tem uma resolução de 20MP com pixeis de 0.8μm e mede apenas 5.1mm (na diagonal).

Este tamanho reduzido torna-se ainda mais desejável para modelos que usem um "furo" no ecrã na parte da frente, permitindo que esse furo tenha uma dimensão cada vez mais reduzida. Este sensor conta ainda com a tecnologia Tetracell que permite combinar 4 pixeis num só, reduzindo a resolução para 5MP mas permitindo captar imagens de maior qualidade em ambientes de baixa luminosidade.


Google Maps ganha horas de partida / chegada em mobile



O Google Maps tem copiado funcionalidades do Waze, mas desta vez copia algo que já tem há muito... mas apenas na versão desktop na web: a capacidade de se definir uma hora de partida ou de chegada.

Estranhamente, embora isto seja algo que está disponível há muito na versão web, continuava ausente da app móvel - embora seja algo que também está disponível no Waze. No entanto, contrariamente ao que acontece no Waze, quando se define uma hora de partida / chegada, o Google Maps não dá qualquer notificação quando chega a hora de partir, o que faz com que esta funcionalidade pareça estar "inacabada".


Curtas do dia


Resumo da madrugada


Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]