2019/07/23

Notícias do dia

Portugal esbanja milhões em SMS de alertas quando Cell Broadcast seria a solução mais eficiente; Tesla remove carregamentos gratuitos vitalícios dos automóveis usados; Bohemian Rhapsody dos Queen chega aos mil milhões no YouTube; Tesla quer revolucionar cablagem nos automóveis reduzindo-a de 1.5 km para apenas 100m; Tasker 5.8 chega com controlo de Apps, Bluetooth e HTTP; e ainda mais um caso que relembra o panorama zero-rating na Europa, com a Deutsche Telekom condenada a alterar serviço zero-rating por violação das regras de neutralidade.

Antes de passarmos às notícias do dia, esta semana temos para oferecer uma luz LED solar para exterior no passatempo de gadget da semana; participa e partilha. E não se esqueçam que é já este sábado o nosso habitual meeting mensal.

Mercedes recebe autorização para estacionamento automático sem condutor



A Alemanha aprovou a funcionalidade de estacionamento automático da Daimler e Bosch, para que possa ser utilizada sem um condutor humano dentro do veículo. É a primeira aprovação de uma funcionalidade de autonomia de nível 4 (carro completamente autónomo sem dependência de humanos em situações específicas de condução) para utilização no dia a dia - que neste caso restringe a sua utilização a parques de estacionamento preparados para o efeito. Os condutores precisam apenas deixar o carro num determinado local, para que ele depois vá estacionar sozinho, e faça o inverso quando o dono chegar.

A funcionalidade em si não parece ser tão versátil quanto o enhanced summon da Tesla, mas é bom que este tipo de coisas comecem a multiplicar-se, nem que seja como forma de incentivar os demais fabricantes a "mexerem-se".


Free Now lança serviço de táxi Lite mais barato em Lisboa e Porto


A partir de hoje, o novo serviço Lite está disponível na FREE NOW nas zonas metropolitanas de Lisboa e Porto. A introdução deste serviço foi uma das primeiras novidades para o mercado português apresentada com o rebranding da marca. Esta modalidade permitirá viagens de táxi até 30% mais baratas, funcionando em regime de tarifas contratadas - com o taxímetro em letra "C" - e sendo o preço calculado através da app, e com o preço exacto indicado à partida (a única variável serão os custos de portagens caso os destinos incluam passar por estes pórticos).

Para assinalar o lançamento do Lite, os utilizadores da FREE NOW que recorrerem a este serviço até ao dia 15 de Agosto podem usufruir de uma campanha especial. Para experimentar o Lite em Lisboa usufruindo desta promoção basta usar o código "lite50" e "lite25" para obter 50% e 25%, respectivamente. Para quem estiver no Porto, os códigos promocionais para as viagens Lite são "liteporto50" e "liteporto25".


Teslas podem ficar mais baratos na Europa com fim de tarifas



O final do ano pode vir acompanhado de boas notícias para quem estiver a pensar comprar um Tesla na Europa, pois está a ser considerado o fim da taxa de 10% aplicada à importação de automóveis vindos dos EUA.

Se tal se efectivar - como forma de amenizar uma eventual guerra de taxas como a que está a ocorrer entre os EUA e China - os europeus poderiam ver o preço dos Tesla baixar literalmente de um dia para o outro. Actualmente, o Model 3 mais económico está disponível em Portugal por 48900 euros; com o fim da tarifa o seu preço poderia baixar para cerca dos 45000 euros e torná-lo ainda mais apelativo. E a diferença seria ainda mais substancial nos modelos mais dispendiosos, embora mesmo que um Model S baixasse dos 89800 euros para os 80000 euros, continuaria a estar inacessível para a esmagadora maioria dos portugueses.


Google anda a comprar rostos por $5



A Google parece estar a desenvolver um sistema de reconhecimento facial 3D ao estilo do Face ID da Apple, mas o mais curioso é que anda a recolher scans faciais na rua, oferecendo um vale de $5 em troca.

Poucas vezes temos a percepção de quanto valem os nossos dados - e a nossa privacidade - mas assim ficamos a saber que, para a Google, uma digitalização 3D de um rosto é algo pelo qual estão dispostos a pagar $5. Se fosse convosco, aceitariam vender o vosso rosto por um valor tão reduzido? Ou, mais importante ainda, qual seria o valor pelo qual aceitariam fazê-lo: $100, $500, $1000? Dá que pensar, não dá?


Curtas do dia


Resumo da madrugada

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]