2020/04/03

Notícias do dia

Videochamadas Zoom podem ser acedidas através do browser e dispensar a app - numa altura em que o Zoom continua a enfrentar preocupações atrás de preocupações, como a do zWarDial que expõe videoconferências; há indicações que o lançamento do iPhone SE 2020 está iminente; nas promoções temos o Xiaomi Mi 10 a €636 (e não te esqueças que podes acompanhar muitas mais promoções diárias no nosso AadM Promos); a Huawei quer apps da Google na AppGallery; e a Apple faz referência às AirTags num vídeo, numa altura em que a Tile reforça as críticas e acusações à Apple.

Antes de passarmos às notícias de hoje, relembro que já temos novo passatempo gadget da semana, que desta vez te dá oportunidade de ganhares um mini-teclado BT dobrável. É também a altura ideal para aderires ao nosso Clube AadM+ que oferece vantagens e passatempos exclusivos mensalmente.

Hackers podiam aceder à câmara do iPhone sem alertar utilizadores



Um investigador de segurança descobriu uma série de vulnerabilidades que permita aceder à câmara de iPhones e Macs sem dar qualquer indicação aos utilizadores. Normalmente, o acesso à câmara é precedido de um pedido de autorização, que o utilizador terá que aceitar (ou rejeitar), mas neste caso, uma série de vulnerabilidades permitia que o acesso fosse feito sem qualquer indicação.

As falhas foram reportadas à Apple, valendo-lhe uma recompensa de 75 mil dólares, e já foram corrigidas nas últimas actualizações do sistema.


iPad Pro 2020 vem com microfone que pode ser desligado por hardware



O novo iPad Pro 2020 não só vem com LIDAR, como vem também com protecção acrescida contra potenciais escutas. À semelhança dos MacBooks com chips T2, o iPad Pro 2020 conta com um corte de microfone implementado por hardware, para garantir que nem sequer no caso do dispositivo ter sido infectado por malware ou ter o firmware alterado, possa aceder ao microfone.

O corte do microfone é activado quando se fecha a capa de protecção do iPad, usando-se uma capa oficial da Apple ou com certificação MFI. (Provavelmente funcionará também com capas não oficiais que usem o sistema magnético habitual para "ligar / desligar" o iPad.)

... Agora, talvez seja melhor cortarem o acesso às câmaras também por hardware, como demonstrado acima. ;P


App "How do we feel" quer avaliar sentimento das pessoas durante a pandemia do coronavirus


O impacto da pandemia do coronavirus que atravessamos vai dar origem a milhares de estudos ao longo das próximas décadas, mas entretanto há quem tente ir recolhendo o máximo de informação possível. A app How do we feel, criada por um grupo de cientistas e com a participação do CEO do Pinterest, propõe a todas as pessoas que partilhem a forma com se vão sentindo a cada dia durante este período, incluindo possíveis sintomas que possam ter.

Neste momento é apenas uma de muitas apps - algumas (a maioria?) completamente desaconselhadas e de origem bastante duvidosa - que vão tentando recolher dados que permitam analisar a evolução do contágio e o impacto que vai tendo na sociedade.


Ligações à China e segurança duvidosa tornam Zoom pouco recomendado para assuntos confidenciais



As descobertas de coisas pouco abonatórias no Zoom têm sido tão frequentes que já quase deixam de ser notícia, mas eis que surge mais uma para adicionar à lista. Uma análise à segurança das comunicações feitas através do Zoom revela que o serviço nem sempre utiliza as técnicas de encriptação mais adequadas (como dá a entender) e por vezes usa chaves de encriptação emitidas por servidores na China.

Mais estranho, é que não parece haver grande lógica na atribuição dessas chaves, sendo que essas chaves oriundas da China são muitas vezes aplicadas a videoconferências em países do outro lado do mundo. Isso leva os especialistas de segurança a não recomendarem que o serviço seja utilizado para qualquer tipo de discussão de assuntos confidenciais.


Curtas do dia


Resumo da madrugada

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]