2020/11/26

Notícias do dia

MS leva monitorização dos utilizadores ao limite no Office Suite 365; Apple pede aos fornecedores ecrãs OLED de maior longevidade para os iPad Pro; Fujifilm GFX100 melhorada para os 400MP com novo firmware; a PS5 está a superar a Xbox Series X nalguns jogos; Android 12 (S) virá com ART actualizável; e YouTube, Facebook e Twitter combatem conspirações das vacinas Covid-19.

Antes de passarmos às notícias de hoje, temos novo passatempo que te pode valer um powerbank Anker PowerCore 20100 mAh.

Linux no M1 da Apple é pouco provável diz Linus Torvalds

Os MacBooks e Mac Mini com M1 têm atraído imensas atenções, e inevitavelmente coloca-se a questão sobre se será possível utilizar estas máquinas com outro sistema que não o macOS. A Apple já abriu as portas ao Windows no M1, mas no caso do Linux as coisas parecem ser um pouco mais complicadas.

Linus Torvalds diz que muito gostaria de ver Linux a correr no M1, e que o facto de ser uma arquitectura ARM não oferece qualquer entrave. O problema é que o chip M1 não é apenas um "CPU", é um SoC que integra toda uma série de módulos adicionais, como o GPU, aceleração NPU, módulo de segurança, e muitos mais. Módulos a que a Apple muito dificilmente deverá facilitar um acesso open-source. Pode dar-se o caso de se ver uma distro Linux a funcionar nos Macs M1 com a contrapartida de usar drivers proprietários disponibilizados pela Apple; mas também isso parece pouco provável tendo em conta o interesse da Apple em promover o seu próprio macOS e manter a sua clientela dentro do seu ecossistema que engloba o iOS.


AWS da Amazon esteve em baixo durante horas

Os serviços de cloud AWS da Amazon, considerados dos mais robustos no mercado, demonstraram que ninguém pode assegurar um serviço de cloud a 100%. Os serviços estiveram indisponíveis apenas numa das muitas regiões segmentadas do AWS, mas significou que serviços tão variados quanto o 1Password, Coinbase, Pocket, Adobe, e sites de notícias como o The Washington Post (que pertence a Jeff Bezos), estiveram indisponíveis ou com acesso limitado.

Será um dos compromissos a ter em conta quando se fica dependente de um serviço na cloud...


Bitcoin aproxima-se do máximo histórico

Três anos após ter atingido o seu máximo histórico de $19666, as Bitcoins voltam a dar que falar, tendo voltado a superar a atingir $19225, e estimando-se que este final de ano venha a permitir atingir um novo recorde (para referência, em Março deste ano estavam a $4800).

A grande questão será se desta vez o valor dos 20 mil dólares será para manter e continuar a subir, ou se teremos um novo "crash" que atire o valor cá para baixo por mais alguns anos, como aconteceu no final de 2017.


Fabricante chinês cria PC gaming com chip ARM

Com o M1 da Apple a promover a discussão sobre se o mercado dos PCs deverá também seguir caminho idêntico e transitar dos CPUs Intel e AMD para chips ARM mais eficiente, na China há fabricantes que já o estão a fazer. A CEC lançou um PC de "gaming" que recorre a um dos seus próprios chips, o Phytium FeiTeng FT-2000/4 quad-core, que consome apenas 10W mas suporta até 34 canais PCIe 3.0, 32GB de RAM (aprende M1 :) e é acompanhado por uma placa gráfica com GPU dedicado e 8GB de memória.

Sendo certo que esta máquina correrá um sistema operativo chinês baseado em Linux, e que as possibilidades de chegar ao ocidente serão praticamente nulas, fica a curiosidade sobre que tipo de jogos irá correr. Garantidamente as suas capacidades ficarão bem acima daquilo que um smartphone topo de gama consegue fazer, e considerando que já temos jogos com qualidade bastante boa nessas máquinas, acho que o resultado poderá ser muito interessante para uma máquina de gaming de baixo custo. Uma máquina que pode servir de indicador daquilo que o sector PC irá passar nos próximos anos.


Curtas do dia


Resumo da madrugada


Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]