2021/01/08

Notícias do dia

Elon Musk ultrapassa Bezos e torna-se no mais rico do mundo; Boeing multada em 2.5 mil milhões de dólares; Mercedes apresenta mega-ecrã Hyperscreen de 56" para os seus automóveis; Tile prepara trackers UWB; nas promoções temos um tapete para rato com iluminação RGB por €18; e monitores portáteis USB-C BlitzWolf desde €146; e ainda a péssima notícia da extensão The Great Suspender sob suspeita de ser maliciosa.

Antes de passarmos às notícias do dia, já regressamos à rotina habitual dos nossos passatempos semanais, e desta vez estamos a oferecer uma pen USB de 64GB.

Hyundai poderá fabricar o futuro carro da Apple

O carro da Apple ainda estará a 5 ou 6 anos de distância, mas a marca da maçã parece não querer seguir o exemplo da Tesla e fabricar os seus próprios automóveis. Em vez disso tem estado a falar com a Hyundai para potencialmente ser a marca sul-coreana a produzir o seu futuro automóvel.

As conversações ainda estão no início e não há ainda qualquer garantia de que assim será, mas esta opção permitiria à Apple livrar-se de muitos dos problemas apontados à Tesla, de que tem carros com electrónica e software excelentes, mas que deixam a desejar em termos mecânicos e de acabamentos físicos. Por outro lado, a Apple podia também simplesmente puxar da carteira, e comprar a Hyundai (ou praticamente qualquer outro fabricante automóvel que desejasse). Neste momento a Hyundai Motor tem um valor de cerca de 54 mil milhões de dólares, a Apple vale 2.2 biliões de dólares e tem em carteira mais de 190 mil milhões de dólares em dinheiro.


WhatsApp não vai forçar utilizadores europeus a partilhar dados com o Facebook

A recente notícia de que o WhatsApp iria passar a exigir a partilha dos dados dos utilizadores com o Facebook, contrariando uma promessa feita quando o FB comprou o serviço, afinal não irá ser aplicada na Europa.

Isto não significa, no entanto, que os europeus estão livres dessa possibilidade, já que o Facebook disse apenas que isso não será feito antes de pedir autorização para essa partilha ao regulador irlandês. Teremos que aguardar para ver se isso constituirá um abuso do RGPD, ou se irá alinhar com as intenções do Facebook de acumular mais dados sobre os utilizadores.


Invasão do Capitólio é "pesadelo" de cibersegurança

A invasão do Capitólio norte-americano pelos apoiantes de Trump é um dos mais tristes casos da história recente dos EUA, e cujo impacto se irá arrastar durante meses ou anos. Um dos cenários que agora tem que ser contemplado, é que esses invasores tiveram acesso aos computadores dos congressistas, muitos dos quais nem estavam bloqueados, permitindo o acesso a dados confidenciais - para não falar da possibilidade dos mesmos terem sido infectados com malware.

Os especialistas dizem que não só todos os computadores deverão ser reinstalados, como será necessário inspeccionar cuidadosamente todos os computadores e equipamentos de rede, para garantir que não foram instalados dispositivos físicos de espionagem. Uma tarefa complicada, mas que acaba por ser idêntico ao trabalho que já teria que ser feito com a tomada de posse do novo presidente Biden.


Roku fica com produção do Quibi a preço de saldo

O mega-falhanço bilionário Quibi veio demonstrar que não basta atirar milhares de milhões de dólares para um projecto para garantir o seu sucesso, com a plataforma de streaming que inicialmente estava pensada como um exclusivo para smartphones, a nem sequer aguentar-se durante um ano. E agora quem tira proveito disso é a Roku.

A Roku vai ficar com os contéudos produzidos para o Quibi por um valor de apenas 100 milhões. E demonstrando um bom senso muito mais realista, vai disponibilizá-los gratuitamente, num novo canal com publicidade - aquilo que o Quibi deveria ter feito desde início, em vez de achar que o público iria aceitar um serviço em que era preciso pagar para ver conteúdos com publicidade, ou pagar ainda mais para remover a publicidade.


Curtas do dia


Resumo da madrugada


Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]