2021/12/03

Notícias do dia

A Microsoft mostra intenções de recuar e facilitar a troca de browser no Windows 11; a NOS replica a Vodafone e também oferece 5G até 31 de Janeiro; Vivaldi 5.0 estreia dupla fila de tabs em Android; investigadores criam lente plana com menos de 1 mm; e Apple quer cobrar comissões nos pagamentos fora das apps.

Antes de passarmos às notícias de hoje, relembro que já está a decorrer o nosso mega-passatempo Natal 2021 - 31 dias de prendas no AadM; participa e partilha!

UE pode obrigar Uber, Glovo e outras a ter "empregados"

A UE poderá impedir que os actuais serviços da Uber, Glovo, e outros que se assentam na possibilidade de "qualquer pessoa" poder fazer uns serviços em part-time, funcionem nesses moldes, obrigando a que as empresas as classifiquem como empregados, com todos os benefícios e encargos que isso implica.

Actualmente, as empresas tratam os "colaboradores" como entidades externas que prestam serviços, sem qualquer protecção directa - sendo que, em casos como a Uber, por cá isso já obrigou a ajustes, pois é preciso cumprir certas condições para poder prestar o serviço de "motorista" (ao contrário de outros países onde literalmente qualquer pessoa pode abrir a app e começar a fazer transportes). Resta saber que impacto prático real irá ter esta nova legislação, se com isso se assistir a um aumento dos preços, fazendo com que estes serviços se tornem menos atractivos, e consequentemente deixem de se tornar viáveis.


Streamer Ludwig bloqueado no YouTube por ter tocado uns segundos do Baby Shark

Nem as "vedetas" escapam ao poder dos direitos de autor. O streamer Ludwig estava a causar sensação por ter abandonado o Twitch e passado para o rival YouTube, mas a transição não está a ser pacífica. Depois de já ter acumulado mais de 2 milhões de subscritores, o seu canal foi suspenso enquanto estava a fazer uma emissão em directo.

O seu erro foi ter feito uma emissão na qual falava dos vídeos mais populares do YouTube, mas onde cometeu o "sacrilégio" de passar alguns segundos da música Baby Shark (e aparentemente outras), fazendo com que o canal fosse sinalizado como estando a violar direitos de autor e levando à sua suspensão. Quantos mais casos será necessário até que se encontre um equilíbrio para esta situação absurda?


Impostores recebem $20M de direitos de autor indevidos

Mesmo a propósito da notícia anterior, nos EUA as autoridades acusaram dois homens de abusarem do sistema de direitos de autor, acumulando mais de 20 milhões de dólares ao longo de vários anos com músicas sobre as quais não tinham qualquer direito.

Os dois falsificaram papéis em que supostamente artistas latinos lhes cediam os direitos sobre as músicas e, através de uma empresa de gestão de royalties, conseguiram fazer com que o mecanismo de detecção de copyright no YouTube e outras plataformas online canalizassem os rendimentos para as suas contas. Rendimentos que permitiram à dupla comprar carros de luxo e mansões. Mas, o importante é que um YouTuber ou particular não possa usar alguns segundos de uma qualquer música conhecida, certo?


Curtas do dia


Resumo da madrugada



Curiosidade do dia: O formato PNG (Portable Network Graphics) foi criado em 1996, sendo uma versão mais eficiente e avançada que o GIF e de utilização livre de patentes. Embora seja utilizado frequentemente, nunca conseguiu erradicar os GIF devido ao suporte quase universal para os GIFs animados.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]