2019/02/19

Notícias do dia

Tesla Model 3 sem direito a apoio do Estado para veículos eléctricos; teste de Traffic Shaping NET.mede da Anacom detectado como malware; OnePlus vai adoptar o Google Duo para as videochamadas; já temos a previsão das novidades da Apple para 2019; as melhorias que os utilizadores estão a sugerir para o OxygenOS; e ainda o muito estranho caso do artigo da Comissão Europeia a insultar críticos da reforma dos Direitos de Autor.

Esta semana temos para oferecer um versátil candeeiro LED recarregável multifuncional; e aproveito ainda para relembrar que o nosso habitual meeting mensal é já este sábado.

Qualcomm promete 5G a 7Gbps ainda para este ano



Ainda não temos smartphones 5G no mercado mas a Qualcomm já apresentou a sua segunda geração de chips 5G - o Snapdragon X55 - que melhora o desempenho face ao X50 anterior, e que permitirá atingir velocidades de até 7Gbps (em vez dos 5Gbps anteriores)..

Para além das velocidades melhoradas (que dificilmente serão atingidas no mundo real), a melhoria mais interessante será a nível da eficiência energética e redução do volume necessário para adicionar 5G aos smartphones. Segundo a Qualcomm poderemos ver equipamentos com este X55 no mercado antes do final do ano.


Twitter mantém mensagens eliminadas durante anos



Naquilo que poderá constituir uma violação do RGPD, foi descoberto que o Twitter continua a manter mensagens directas entre utilizadores, mesmo depois de terem sido eliminadas há anos, e mesmo em casos de contas que foram desactivadas ou também eliminadas.

Embora se saiba que muitos serviços mantêm dados durante algum tempo após terem sido "eliminados" pelos utilizadores, quer por motivos técnicos quer para darem a possibilidade de serem recuperados, manter esses dados durante anos não deixará de ser bastante excessivo; especialmente quando contraria aquilo que o próprio Twitter diz, de que as contas eliminadas terão os seus dados completamente eliminados ao fim de 30 dias.


YouTube vai dar "pré-aviso" (único) antes de penalizar um canal


Depender do YouTube para ganhar a vida significa viver em permanente receio de levar um "strike" por qualquer motivo, mas a Google diz que a partir de 25 de Fevereiro os YouTubers poderão contar com um primeiro "pré-aviso" para garantir que sabem como as coisas funcionam, e que não contará para o seu cadastro (desde que resolvam o assunto - o que quase sempre implica remover o vídeo que está na origem da queixa).

Após este aviso - que só será dado uma única vez - continuará o sistema habitual dos "3 strikes":
  • 1º strike - canal bloqueado por 1 semana (sem poder fazer uploads ou streams)
  • 2º strike - canal bloqueado por 2 semanas
  • 3º strike - encerramento do canal.

Este histórico é limpo ao fim de 90 dias sem incidentes.


... No entanto, isto pouco ou nada serve contra quem se aproveita do sistema para perseguir os criadores.




Milhões de chamadas telefónicas para a linha de Saúde na Suécia expostas ao mundo



Não garanto que esta semana não tenha já havido um qualquer embaraço com dados privados expostos, mas em caso negativo, aqui está ele: foram descobertas 2.7 milhões de gravações de chamadas telefónicas feitas para a linha de saúde na Suécia, expostas publicamente.

Chamadas que contêm informação sensível sobre os respectivos (para além do historial clínico descrito, muitos referem coisas como números de segurança social, etc) e até o número de telefone, facilitando imensamente a identificação. Os dados estavam colocados num servidor acessível por qualquer pessoa, sem qualquer encriptação ou necessidade de autenticação.


Curtas do dia


Resumo da madrugada

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]