2019/11/15

Notícias do dia

Operadores nacionais dizem que temos telecomunicações baratas comparadas com a média europeia; medo do cancelamento do Stadia preocupa developers; Google ensina a pronunciar palavras em inglês; relatos levantam receio que o Pixel 3 tenha o problema de bateria dos Nexus 6P; temos o Xiaomi Mi Note 10 com câmara de 108MP a €457; e ainda o alvoroço no YouTube devido às novas regras de conteúdos para as crianças.

Antes de passarmos às notícias de hoje, temos novo passatempo para gadget da semana, desta vez dedicado a uma Xiaomi Mi Band 4 - participa.

Amazon e Google apostam na culinária para venderem smart displays



O mercado parece não estar tão receptivo a comprar smart displays como estava a comprar os pequenos assistentes de voz (como os Echo e Google Home Mini), e isso está a fazer com que tanto a Amazon como a Google invistam em receitas de maior sucesso - e refiro-me a receitas culinárias mesmo.

Ambas as empresas estão a apostar nas receitas como sendo um chamariz para a utilização dos smart displays na cozinha, procurando convencer os consumidores que é mais prático ter as instruções passo a passo directamente no ecrã e a pedido, do que recorrer aos velhos livros de receitas. Só o tempo dirá se têm razão... mas penso que isto acaba por ser meio caminho andado para que, um destes dias, surja um qualquer "Bimby Assistant", que combine uma Bimby com um assistente digital para fazer automaticamente as receitas que pedirmos. ;P


Cabo submarino "Curie" da Google já liga EUA ao Chile


A Google já conta com mais um cabo submarino funcional, o "Curie" com ligação directa dos EUA ao Chile, e que vem reforçar a capacidade e qualidade dos seus serviços na América do Sul. O cabo permitirá uma capacidade de 72Tbps, e vem juntar-se ao número crescente de cabos privados da empresa (para além das parcerias que tem feito noutros cabos). Entre eles temos o "Dunant" que liga os EUA à Europa; e o "Equiano" que ligará Portugal à África do Sul e está previsto entrar em funcionamento em 2021.




Intrusão detectada apenas após hacker encher o disco da vítima



Uma empresa informática norte-americana - InfoTrax Systems - não detectou que um hacker estava a aceder aos seus sistemas ao longo de quase 2 anos, roubando informação sobre 1 milhão de clientes, em muitos casos incluindo passwords em plain-text, moradas, números de segurança social, emails, telefones, números de cartões de crédito (com datas e número de validação), etc. etc.

O caso só foi detectado quando um dos servidores deu um alerta por falta de espaço, devido a um ficheiro que estava a ser criado pelo hacker! Ainda assim, mesmo depois da intrusão ter sido detectada, o hacker conseguiu ainda assim voltar a entrar nos sistemas da empresa por diversas vezes, roubando dados adicionais.


PayPal corta pagamentos ao PornHub



Depois de anos sem problemas, o PayPal decidiu subitamente cortar o acesso ao PornHub com a justificação de que está a violar os seus termos e condições. Com isto impedindo que o site procedesse aos pagamentos a centenas de milhares de pessoas que usam o site para divulgar os seus vídeos.

Serve para relembrar que um serviço, por muito bom e prático que seja, só o é enquanto se puder ter acesso a ele - e que em coisas que impliquem dinheiro, se torna bastante mais problemático descobrir que, de um dia para o outro, afinal não se é "merecedor" para o usar. Nada como ter sempre diversas alternativas como backup, para eventualidades como estas.


Curtas do dia


Resumo da madrugada

2 comentários:

  1. > Partido trabalhista britânico promete internet gratuita para todos em 2030 - já agora fusão nuclear em todas as casas em 2040, e o fim da fome no mundo em 2050, não?

    No fim da segunda guerra mundial também gozaram com eles por prometeram um serviço publico de saúde gratuito, mas ele foi feito e é uma das grandes marcas do país, não vejo problema nenhum em criar mais utilidades publicas para todos, o mal é o que se faz agora que se privatiza bens essenciais ao povo e se deixa na mão de cartéis, como as noticias aqui bem demonstram na comunicação (tlms, internet), ou os grandes preços que temos na luz, etc.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É o tipo de coisa que ficarei extremamente feliz se se vier a concretizar e demonstrar que as minhas dúvidas eram infundadas. Até lá, e tanto para isto como para qualquer outra promessa feita por políticos (sejam quais forem), continuarei a manter o meu cepticismo cauteloso. :)

      Eliminar

[pub]