2019/12/11

Notícias do dia

Windows 7 volta a recomendar actualização para o Windows 10 em Janeiro de 2020; Oppo mostra câmara frontal invisível sob o ecrã; novo Apple Mac Pro já disponível e vai dos 6 mil aos 62 mil euros(!); há um novo módulo Sonoff Micro para USB; Elon Musk atropela sinal com Cybertruck; e modo incógnito no Google Maps chega ao iOS e faz-nos desejar que chegasse a ainda mais apps.

Antes de passarmos às notícias de hoje, não te esqueças de participar no nosso mega-passatempo de Natal 2019 com 31 dias de prendas.

Intel promete chips de 1.4nm para 2029



A Intel revelou finalmente os seus planos de evolução para o futuro, e mostra um ambicioso calendário que promete chips com processo de produção de 1.4nm para o final da próxima década. O gigante dos semicondutores parece não ter reconhecido a ameaça dos chips ARM e da AMD, que neste momento já estão a produzir chips em 7nm e a testar os 5nm para o próximo ano, e tem agora que acelerar o passo.


Só para 2021 é que a Intel prevê transitar para processo de fabrico de 7nm, a partir daí prometendo um avanço rápido a cada dois anos na redução do processo para os 5nm, 3nm, 2nm e 1.4nm. Mas, como bem sabemos, uma coisa é revelar um plano de intenções, o outro é concretizá-lo na prática. Por isso, o que interessa é ver aquilo que realmente a Intel lançará no mercado - e estando consciente que os seus concorrentes não irão ficar parados à espera da Intel...


iOS 13.3 chega com suporte para chaves de segurança físicas



A Apple já lançou o mais recente iOS 13.3, que vem com pequenas alterações (e correcção contra o ataque de spam via AirDrop) mas que inclui algumas de destaque, como o suporte para chaves físicas de segurança no Safari (USB, Lightning, NFC) e mais opções de controlo sobre limites nas comunicações para as crianças - a par de coisas menores como a possibilidade de gravar um vídeo editado com duração cortada como novo vídeo, em vez de se sobrepor ao original.

No tvOS para a Apple TV, a maior novidade é a possibilidade dos utilizadores voltarem a seleccionar os conteúdos "Up Next" de sugestões personalizadas no ecrã principal, em vez das sugestões "What to Watch" promovidas pela Apple.


Chrome 79 vem com verificação de passwords



O mais recente Chrome 79 vem com a habitual ronda de correcções de segurança, mas vem também com a verificação de passwords que alerta os utilizadores caso estejam a utilizar passwords vulneráveis - que até agora era uma funcionalidade que estava dependente da instalação de uma extensão.

Esta versão vem também com suporte para VR na web via WebXR Device API, reorganização de bookmarks, e também a funcionalidade experimental para poupar memória nas tabs abertas.


Google e Facebook afundam-se na tabela das melhores empresas onde trabalhar



Em tempos vistas como autênticos oásis para os trabalhadores, empresas como o Facebook e Google estão agora a cair na tabela das avaliações da Glassdoor. O Facebook, que já tinha ficado em primeiro lugar por três vezes na última década, caiu para a posição 23; e a Google, que também já tinha vencido um ano e estava consistentemente no top 10, caiu para a 11ª posição. Piores estão a Apple, que caiu do top 25 para a 84ª posição, e a Amazon, que nem sequer conseguiu entrar na tabela... pelo 12º ano consecutivo! Em sentido contrário, a Microsoft conseguiu subir da posição 34 para a 21.

Segundo a classificação da Glassdoor, as melhores empresas para trabalhar em 2020 serão:

1. HubSpot
2. Bain & Co.
3. DocuSign
4. In-N-Out Burger
5. Sammons Financial Group
6. Lawrence Livermore National Laboratory
7. Intuitive Surgical
8. Ultimate Software
9. VIPKid
10. Southwest Airlines


Curtas do dia


Resumo da madrugada

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]