2020/06/05

Notícias do dia

Alemanha exige postos de carregamento eléctrico nos postos de combustível; Signal com ferramenta para esconder rostos; Telegram com novo editor de video e gestão de espaço; The Great Suspender mais eficiente a poupar memória no Chrome; nas promoções temos uma coluna BT BlitzWolf BW-WA2 a €40; e ainda a necessidade do jailbreak nos iPhones.

Antes de passarmos às notícias, participa no passatempo gadget da semana que desta vez te pode valer uma fita LED RGB para TVs.

Broadcom "confirma" iPhones atrasados



Depois do mesmo já ter sido referido por outros fornecedores da Apple, desta vez é a Broadcomm a "confirmar" que um dos seus grandes clientes (a Apple, embora não seja referida por nome directamente) que costuma fazer um grande lançamento na parte final do ano, não o conseguirá fazer na data habitual este ano. Isto vem ao encontro dos demais rumores, de que o lançamento dos novos iPhone "12" deste ano irá sofrer um atraso de algumas semanas, podendo atirá-los do habitual mês de Setembro para Outubro, ou mesmo Novembro.

Veremos de que forma isto irá afectar quem está habituado a renovar contratos nessa altura para ter acesso aos novos iPhone, e que com este atraso poderá ser forçado a optar por alternativas.


Dropbox lança app de passwords



O Dropbox continua a expandir-se para outras áreas, e agora aventura-se também nos gestores de passwords. Sem qualquer anúncio, lançou na Play Store a app Dropbox Passwords, por agora disponível como versão Early Access apenas por convite. Uma app que promete gerar e manter passwords seguras, devidamente encriptadas para que só sejam acessíveis ao utilizador legítimo, e que obviamente contarão com o Dropbox para se manterem sincronizadas entre diferentes equipamentos.

.. Bem, pelo menos desta vez decidiram fazer uma app diferente em vez de atirar tudo para cima da sua app principal. Algo já bastante positivo para um serviço que parece ficar cada vez mais esquecido das suas origens e de se limitar a ser um serviço de sincronização de pastas entre dispositivos.


Revolut pressionou funcionários em Portugal a despedirem-se



A Revolut parece ter recorrido a tácticas pouco abonatórias para se livrar dos seus funcionários em Portugal e na Polónia. A empresa parece não ter tido qualquer consideração pelos efeitos do Covid-19, exigindo que os seus funcionários mantivessem o nível de serviço que era exigido anteriormente (por exemplo, fazer 60 chats por dia com clientes) e, a par do desejo de reduzir nos custos, forçado os seus colaboradores a saírem por sua própria iniciativa.

Uma situação que a empresa diz também ser causada pelo facto de em Portugal ser ilegal reduzir os salários dos funcionários (como têm feito noutros países), mas que não desculpará medidas de pressão como impedir o acesso aos sistemas, ou não dar as devidas informações legais aos funcionários sobre os seus direitos.


Europa prepara cloud Gaia-X para se libertar de dependência nos EUA



Dezenas de empresas francesas e alemãs estão desde já a apoiar uma iniciativa europeia - Gaia-X - que visa reduzir a dependência nos serviços de cloud estrangeiros. A ideia é disponibilizar um serviço de cloud europeu que cumpra, e garanta, todas as normas europeias, e que sirva como alternativa independente aos gigantes tecnológicos norte-americanos que têm dominado este sector (Amazon, Google, Microsoft).

Embora neste momento isso pareça uma tarefa monumental quase "impossível", por outro lado suspeito que se torne também uma necessidade inevitável, especialmente tendo em conta toda a instabilidade e volatilidade que se tem verificado nos EUA, onde qualquer "amuo" ou "irritação" pode levar a um bloqueio e corte de relações que, caso alguma vez seja direccionado para a Europa, se revelaria bastante problemático para as empresas europeias.


Curtas do dia


Resumo da madrugada

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]