2021/10/20

Notícias do dia

Google lança Pixel 6 e Pixel 6 Pro, com assistente para chamadas demoradas; também temos o Android 12 para todos os Pixel (até ao Pixel 3); a Xiaomi prepara carro eléctrico para 2024; a Oppo também vai usar chips próprios para os seus smartphones; e smartphones espiam utilizadores sempre que podem mas /e/OS quer ser a excepção.

Antes de passarmos às notícias, temos o passatempo gadget da semana que te pode valer uma coluna Bluetooth Anker Soundcore Mini; e temos também o passatempo adicional do nosso 14º aniversário que te pode valer um Samsung Galaxy M22.

Windows 11 começa a testar apps Android

A Microsoft está finalmente a dar acesso - ainda em fase beta - à capacidade de se poderem correr apps Android no Windows 11.

À semelhança do que acontece com o subsistema Linux, o Windows Subsystem for Android corre numa máquina virtual em Huyper-V, incluindo o Kernel Linux e Android OS baseado no AOSP (Android Open Source Project). Por agora disponibilizará uma pequena selecção de apps através da Microsoft Store que redireccionam o utilizador para a Appstore da Amazon. As apps Android podem correr lado a lado com as demais apps Windows, como se fossem apps normais, incluindo o suporte para Alt + Tab, poder afixá-las na taskbar, etc.


Netflix muda forma de contabilizar visualizações

A Netflix anunciou que vai mudar a forma como contabiliza os filmes e séries vistos na sua plataforma. Até agora, para a contabilização dos filmes e séries mais vistos eram considerados apenas os dois primeiros minutos de visualização, mas de agora em diante a Netflix diz que vai usar o número total de horas vistas, por considerar que dará uma melhor ideia do real sucesso de cada série ou filme.

Uma alteração que também terá a sua parte de "desafio" para com as restantes plataformas, sabendo-se que muitas delas dão prioridade a conteúdos curtos (TikTok, YouTube) e dificilmente poderão competir em termos de horas passadas em frente ao ecrã.


Galaxy Watch 4 com detecção de quedas e novos watchfaces


A Samsung lançou uma actualização para o Galaxy Watch 4 que lhe adiciona algumas capacidades interessantes, como a detecção de quedas, uma funcionalidade que já existia anteriormente nos smartwatches da Samsung mas que tinha ficado esquecida com a transição para o Wear OS. A funcionalidade alerta até quatro contactos de emergência no caso de detectar uma queda e o utilizador não der sinais de que está bem.

Adicionalmente, temos uma série de novos mostradores de relógio, e também um novo gesto "knock knock" que permite lançar automaticamente uma app sem ter que se tocar no ecrã do relógio. Útil para aceder a uma app quando se tem a outra mão ocupada.


Bitcoin volta a subir acima dos $66K

Depois dos altos e baixos dos últimos meses (principalmente os baixos), as Bitcoins voltam a subir acima do valor dos 66 mil dólares, o máximo de há mais de um ano - sendo que precisamente nesta altura em 2020, tinham um valor inferior a 12 mil dólares.

A subida poderá estar relacionada com a entrada na bolsa de Nova Iorque do primeiro fundo ETF aprovado pela Comissão de Valores norte-americana que vai investir em Bitcoin; mas nestas coisas das criptomoedas, já se sabe que o potencial para "montanhas russas", com subidas e descidas a qualquer momento, é a única garantia que se tem.


Curtas do dia


Resumo da madrugada



Curiosidade do dia: A Commodore foi criada em 1958 por Jack Tramiel e Manfred Kapp, na altura dedicando-se ao comércio das máquinas de escrever. Cessou operações em Abril de 1994, falhando em capitalizar o sucesso dos seus Commodore Amiga, computadores com capacidades à frente do seu tempo.

3 comentários:

  1. Bitcoin: Não é apenas o "máximo de há mais de um ano", mas sim o valor mais alto de sempre.

    Sobre "descidas a qualquer momento", é algo que pode acontecer a qualquer activo transaccionado em bolsa. Paliçada AADM n° 31337...

    ResponderEliminar
  2. Carlos, aqui:
    "Há semelhança do que acontece com o subsistema Linux (...)", há que trocar o "Há" por "À", uma vez que ali, não se trata do verbo haver, mas sim da contração da preposição "a" com o artigo ou pronome "a".

    ResponderEliminar

[pub]