2019/09/04

Notícias do dia

O Google já lançou Android 10 com a Essential e Xiaomi a acompanharem com actualizações no 1º dia; app da Tesla esteve em baixo mas não faltavam alternativas para entrar no carro; Firefox 69 chega com mais protecções activadas de origem; Facebook testa esconder contagem de likes; Samsung prepara dobrável para competir com o Razr; e Facebook desactiva sugestão de rostos mas activa reconhecimento facial para todos.

Antes de passarmos às notícias do dia temos um novo passatempo FCA, com exemplares do livro "Scrum - A Gestão Ágil de Projetos" para oferecer ao longo da semana, E sendo o início do mês é também a altura ideal para aderires ao Clube AadM+.

Firefox demarca-se do Chrome nas restrições aos ad-blockers



Com a justificação da segurança, a Google vai fazer alterações ao Chrome que impedem o funcionamento de ad-blockers avançados, em alternativa propondo que utilizem apenas listas estáticas de bloqueios. A Mozilla também utiliza a WebExtensions API que o Chrome se prepara para alterar, mas diz que irá manter a funcionalidade que permite aos ditos ad-blockers bloquearem o carregamento de conteúdos indesejados, antes de serem carregados.

A alternativa, menos eficiente, será bloquear os conteúdos após terem sido carregados, mas isso significa que os utilizadores já desperdiçaram dados e processamento do seu computador, para nada. Os browsers Opera, Brave, e Vivaldi também já confirmaram que iam manter a funcionalidade, deixando a Google e o seu Chrome numa posição cada vez mais difícil de justificar.


Vision AI Developer Kit já disponível




A Microsoft e Qualcomm já estão a disponibilizar o seu Vision AI Developer Kit, um kit de desenvolvimento que combina o poder do processamento local e Azure para fazerem todo o tipo de processamento e reconhecimento de imagem. Por exemplo, uma destas câmaras poderia reconhecer marcas e modelos de automóveis, ou validar se todos os operários numa construção estão a utilizar chapéu de protecção, ou tentar determinar o grau de felicidade de pessoas a olhar para a montra de uma loja.

O sistema usa um Snapdragon 603, com 4GB de RAM e 64GB, câmara de 8MP com vídeo 4K, quatro microfones, microSD, WiFi dual-band, HDMI, audio in/out, USB-C, bateria de 1550mAh,  e corre Yocto Linux; estando disponíveis múltiplos exemplos prontos a usar para ajudar no arranque de projectos. O kit custa $249.


HMD aumenta receitas mas não evita agravamento dos prejuízos



A HMD tem sido alvo de elogios, quer pela qualidade que os seus smartphones Nokia têm vindo a apresentar, quer pela prestação de grande qualidade na disponibilização das actualizações do Android. No entanto nem tudo está a correr bem com a HMD Global, quem mesmo tendo vendido mais de 80 milhões de smartphones no ano passado (mais 10 milhões do que em 2017), não conseguiu evitar prejuízos de 189 milhões de euros.

Este resultado negativo, segundo Juho Sarvikas, deve-se sobretudo aos investimentos efectuados pela HMD, com vista ao estabelecimento de uma posição forte no mercado mobile. Veremos se nos próximos anos os investimentos começam finalmente a dar frutos e a trazer a HDM para os resultados positivos.


App de mensagens "mesh" Bridgefy com sucesso viral em Hong Kong



Os protestos em Hong Kong subsistem, e as formas de contornar as tentativas de silenciamento por parte da China vão-se adaptando. Uma das mais recentes tem sido a utilização da app Bridgefy, que permite trocar mensagens directamente entre smartphones sem necessidade de ligação à rede, criando uma rede mesh Bluetooth entre dispositivos próximos.

Os fãs das teorias da conspiração certamente poderão começar a suspeitar que a Apple tenha deixado cair a funcionalidade walkie-talkie por sugestão do governo Chinês... :)


Gmail para iOS ganha opção para não carregar imagens externas



O Gmail para iOS ganhou finalmente a opção que permite aos utilizadores escolherem se querem carregar, ou não, imagens externas incluídas nos seus emails. Estas imagens são frequentemente utilizadas para fazer o tracking dos utilizadores, para saberem se receberam os emails e se os viram.

Com esta opção, os utilizadores têm a opção de poderem ler os emails de forma completamente "anónima", sem que seja enviada qualquer indicação de que estão a ler o email. (Obviamente, se aquilo que queriam ver era a própria imagem... então aí não há volta a dar.)


Curtas do dia


Resumo da madrugada

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]