2019/11/08

Notícias do dia

A campanha dos 50% de desconto na MediaMarkt não é assim tão boa quanto faz parecer; Google cria App Defense Alliance para maior segurança das apps Android; Tasker com acesso ao logcat contorna restrições do Android; o login do Facebookdispensa a parte do @gmail.com no endereço de email; está em promoção o Xiaomi Mi 9T Pro a €316; modo de astrofotografia do Pixel 4 chega aos Pixel 3 e Pixel 2; e China proíbe jogos aos menores após as 10 da noite (e apenas 90 minutos por dia).

Antes de passarmos às notícias de hoje, temos novo passatempo gadget da semana que está a dar um relógio e-Ink da Xiami; e sendo início do mês, é também a altura ideal para considerares a adesão ao Clube AadM+ com prendas mensais exclusivas.

YouTube com homepage renovada



O YouTube voltou a fazer ajustes à sua página principal, sendo que a maior diferença visível será o aumento do tamanho dos vídeos, resultando em menos vídeos por linha, numa medida que o YouTube defende para tornar os vídeos mais perceptíveis e com títulos mais legíveis.

Para além da possibilidade de dizemos que não queremos ver sugestões de certos canais (que já está disponível há algum tempo), torna-se também mais simples ir adicionando vídeos à lista de vídeos a ver "add to queue", evitando a velha táctica de ir mantendo páginas abertas com vídeos que se querem ver a seguir (mas sem que substitua a opção do "watch later").


Adobe adiciona live stream às suas apps



A Adobe parece querer fazer com que as suas apps se tornem em vedetas, e para isso está a começar a disponibilizar uma funcionalidade de live-streaming integrada directamente nos seus programas, começando pelo Fresco.

Não sei até que ponto será a melhor opção, sendo isso algo que será usado apenas por poucas pessoas (e quem o faz, certamente o preferirá fazer usando as ferramentas de streaming que já usa). Por outro lado, em vez de querer popularizar as suas ferramentas via live streaming, talvez fosse melhor ideia, em primeiro lugar, fazer com que as mesmas tivessem preços acessíveis a todos (o acesso a todas as apps Creative Cloud custa $53 por mês, ou $21 só para o Photoshop!)


Disney+ chega a mais países Europeus a 31 de Março


O serviço de streaming Disney+ arranca a 12 de Novembro nos EUA, Canadá e Holanda - com Austrália e Nova Zelândia uma semana mais tarde - mas vai demorar mais uns meses até que mais países Europeus se possam juntar a esse grupo. A Disney revelou que a 31 de Março o serviço será expandido ao Reino Unido, Alemanha, França, Itália e Espanha. Sendo que a grande questão é saber se, à semelhança do que acontece com o Amazon Prime Video, será possível aos portugueses subscreverem o serviço no país vizinho.

Seja como for, a Disney também adverte desde já que os conteúdos poderão variar de país para país... o que deixa desde logo antever que continuaremos a ser penalizados face aos conteúdos disponíveis noutros países.



Entretanto, mesmo com poucos conteúdos, a Apple já confirmou que todas as séries de lançamento do Apple TV+ (The Morning Show, See, Dickinson e For All Mankind) irão regressar para uma segunda season. Afinal... também são boa oportunidade para fazer publicidade aos produtos Apple.


Nano-satélites da Kepler fazem chegar internet de 100Mbps ao Árctico



A vida dos cientistas e trabalhadores a bordo de um quebra-gelos de investigação no árctico ficou um pouco menos distante do resto do mundo, com a primeira ligação de banda larga de internet (38Mbps de download, 120Mbps de upload) proporcionada nesta remota região usando nano-satélites da Kepler.

Demonstra bem o potencial para as mega-redes de satélite que estão a ser lançadas, como a Starlink da SpaceX - cujo primeiro lote oficial de 60 satélites tem lançamento marcado para a próximo semana, seguindo-se ao lançamento anterior de 60 satélites para os últimos testes antes do arranque da parte comercial do projecto.


Curtas do dia


Resumo da madrugada

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]