2021/05/18

Notícias do dia

Opção "Acceleration Boost" para o Tesla Model 3 já disponível em Portugal; AirPods e HomePods sem acesso a Apple Music lossless; os impressionantes faróis PixCell LED da Samsung; AirTags podem actuar automações Shortcuts via NFC; AUO mostra sensor de impressões digitais de 2.9" sob ecrã; e ainda as paranóias das eliminações automáticas no Blogger.

Antes de passarmos às notícias, já temos novo passatempo gadget da semana, que desta vez te pode valer um par de carregadores Amoner com 3 portas USB.

Apple prepara MacBook Pro e Air com chips mais poderosos

Depois da estreia dos Macs com chips M1, a Apple prepara-se para nos trazer a segunda geração de máquinas com chips Apple melhorados. Entre elas deveremos ter um novo MacBook Pro com um novo chip comaté 32-cores e GPU com 128-cores, e um novo MacBook Air ultra-fino que deverá utilizar o sucessor do M1, com melhor desempenho e eficiência.

O Apple M1 serviu como demonstração de que a Apple estava apta a competir com os chips Intel nos seus computadores. De agora em diante é que as coisas se tornarão mais interessantes, revelando se a Apple conseguirá manter uma evolução que supere os CPUs Intel a um ritmo que esta não seja capaz de acompanhar.

Se bem que...


Macs M1 "parecem rápidos" devido às prioridades das tarefas

Os chips M1 podem não ser tão rápidos quanto os chips Intel mais poderosos, mas quem usar um Mac M1 poderá ficar com essa ideia. Isso deve-se à forma como a Apple está a dividir o processamento das apps executadas pelo utilizador e das tarefas em background. O sistema que gere em que núcleos correm as tarefas faz com que todas as tarefas em background sejam executadas nos núcleos mais lentos mas mais poupados, reservando os núcleos de maior desempenho para tratarem das coisas que o utilizador estiver a fazer (abrir e usar apps).

Isso faz com que as tarefas em background demorem mais, mas em contrapartida faz com que o utilizador tenha a experiência de ter uma máquina sempre rápida e pronta a reagir, independentemente dos demais processos que estiverem a ser executados.


Magic Keyboard com Touch ID compatível com MacBooks com Touch ID

A Apple já veio clarificar que o seu novo Magic Keyboard com Touch ID será compatível com os MacBooks que também têm Touch ID, podendo funcionar em simultâneo e permitindo que o utilizador use o sensor do teclado externo tal como se estivesse a usar o sensor Touch ID do MacBook. No entanto, há algumas limitações: depois do processo de emparelhamento inicial, cada teclado só poderá estar associado a um único MacBook - mas um MacBook poderá manter até cinco teclados com Touch ID emparelhados simultaneamente.

Por agora a Apple só está a vender estes novos teclados em conjunto com o iMac M1 apresentado no mês passado, mas é de imaginar que, assim que a produção e entregas estiverem regularizadas, passará a vender o teclado em separado.


Google I/O 2021 arranca hoje

É já daqui a pouco (17h40) que arrancar o Google I/O 2021, em que a Google irá mostrar as suas novidades, em que se incluem o próximo Android 12 - que poderá chegar com uma abordagem a nível do interface e animações, segundo as coisas que se têm descoberto nas últimas semanas. É também de esperar um reforço da aposta nos smartwatches, nos tablets, e também nos dispositivos "smart home" (por via do Matter).



Curtas do dia


Resumo da madrugada



Curiosidade do dia: As sondas Voyager 1 e Voyager 2 foram lançadas em 1977 com o objectivo de explorar os planetas mais distantes do sistema solar. Passados mais de 40 anos, e tendo sido os únicos objectos terrestres a sair do sistema solar, ainda continuam a enviar informação para a Terra. Curiosamente, a Voyager 2 foi a primeira a ser lançada, a 20 de Agosto de 1977, com a Voyager 1 a seguir-se passados 16 dias, a 5 de Setembro.

1 comentário:

  1. Carlos, há uma pequena gralha na curiosidade do dia (planeta solar).

    ResponderEliminar

[pub]