2019/03/26

Notícias do dia

Parlamento Europeu aprovou "Artigo 13"; a Huawei já apresentou o P30 Pro com quad-câmara que passou para o topo da tabela do DxOMark; a Apple apresentou uma série de novidades, incluindo o serviço Apple TV+, cartão de crédito Apple Card, Apple Arcade e Apple News+ - o "Netflix" das revistas; o Telegram já deixa eliminar mensagens sem restrição de tempo; e ainda uma app de localização de famílias que expunha todas as localizações na net.

Antes de passarmos às notícias do dia, relembro que já temos novo passatempo do gadget da semana, que desta vez tem para oferecer um power bank com carregador wireless; e que o nosso meeting mensal é já este sábado.

Parlamento Europeu aprova fim da mudança de hora



Para além da nova directiva dos direitos de autor, o Parlamento Europeu aprovou também o fim da mudança de hora, tal como tinha sido proposta pela Comissão Europeia.

No caso de Portugal, tinha sido indicado que o nosso país pretendia manter a mudança de hora, com base num relatório feito pelo Observatório Astronómico de Lisboa. No entanto, embora a proposta Europeia dê a cada país a liberdade de optar pela hora de Verão ou de Inverno, determina também que deixará de ser possível continuar a "mudar a hora" a partir de 2021, com a decisão a ter que ser comunicada à CE até 1 de Abril de 2020.

Faltará saber qual será a decisão para Portugal, sendo que se se optar pela hora de Inverno fará com que o sol comece a aparecer às 5h da manhã no Verão e anoiteça às 17h no Inverno; e que a opção pela hora de Verão fará com que o nascer do sol só aconteça às 9h nalguns meses.


Calculadora do Windows 10 vai ganhar modo gráfico



A decisão da Microsoft em disponibilizar a calculadora do Windows no GitHub já começa a dar frutos, com a primeira melhoria a ser a implementação de um modo gráfico para visualizar o resultado de funções.

É algo que existe em muitas calculadoras científicas, mas que está normalmente ausente das máquinas de calcular mais básicas - como era o caso daquela que é fornecida de origem com o Windows. Situação que agora irá ficar resolvida, e que poderá dar um pequeno contributo para que mais pessoas se interessem pela matemática, ou pelo menos a "vejam" melhor.


Google Maps ganha eventos



A Google ainda está a tentar digerir a morte do Google+, fazendo chegar algumas das funcionalidades a outros serviços, e será também esse o caso dos eventos que agora estão a começar a chegar ao Google Maps. Para alguns utilizadores já vai aparecendo uma nova opção que permite adicionar um evento público a um local no Google Maps.

De notar a parte do "público", já que pouco ou nenhum controlo parece haver quanto às pessoas que poderão juntar-se ao evento. Daí que esta seja uma funcionalidade que melhor parece vocacionada para eventos organizados pelos próprios estabelecimentos, do que para eventos de grupos de amigos... (como acontecia nos eventos do Google+).


iOS 12.2 confirma auriculares PowerBeats Pro wireless


Quem apreciar a funcionalidade dos AirPods mas não o seu formato, poderá em breve optar pelos novos PowerBeats Pro que foram apanhados em imagens e referências no iOS 12.2.

Com um design mais adequado para actividades desportivas, sem receio que possam cair com qualquer solavanco, estes PowerBeats Pro também deverão contar com carregamento wireless e suportar a activação Hey Siri por voz, tal como a mais recente geração dos AirPods.

Actualização: já são oficiais.


Huawei P30 e P30 Pro com smartwatch Watch GT de oferta



A Huawei já apresentou o seu novo P30 Pro e P30, e quem estiver interessado neles irá gostar de saber que nesta fase de pré-lançamento, quem efectuar a pré-compra até 4 de Abril irá receber também um Huawei Watch GT no valor de 249 euros.

Um valor que poderá ajudar a tornar mais apelativos os preços de 799 euros do Huawei P30, e de 999 euros do P30 Pro (ou 1099 no caso do modelo com 256GB).


Curtas do dia


Resumo da madrugada

4 comentários:

  1. Não me assustes com a mudança de hora.

    "DN": Parlamento Europeu aprovou esta terça-feira o fim da mudança de hora bianual, mas a medida está longe de estar decidida — muito longe. Apesar do prazo indicativo (2021), os Estados-membros terão ainda de chegar a uma posição comum e verter a ideia em lei. Traduzindo: a proposta pode ficar guardada na gaveta." Espero bem que sim :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O primeiro ministro já havia opinado acerca disto em outubro:
      https://www.jn.pt/nacional/interior/costa-defende-que-portugal-deve-manter-hora-de-verao-e-inverno-9936366.html

      Eliminar
    2. O único país que se posicionou, claramente, contra a mudança da hora foi Portugal. António Costa justifica por Portugal ter sido o único país que passou pela hora fixa e por isso tem experiência para dizer que não é bom.

      Mas a questão que divide os países e que não tem solução à vista é o texto, indicativo, aprovado pelo Parlamento Europeu deixar a cada Estado a escolha, ou pela hora de verão ou pela hora de Inverno.

      Em dois Estados vizinhos, no mesmo fuso horário que têm tido sempre a mesma hora - se um opta pela hora de verão e outro pela hora de inverno, vai dar uma grande trapalhada.

      E depois há situações como a de Espanha, que está no mesmo fuso horário de Portugal e da Inglaterra (que têm hora da Europa Ocidental), mas desde 1940 tem a hora da Europa Central. Em Espanha foi criada uma comissão de sábios para se pronunciar, mas ainda não há resultados.

      Entre comissões e governos, uns a dizer sim e outros nim, também não é em 2021 que a coisa se resolve. E como é que a UE vai obrigar uma país que queira manter a mudança de hora a optar por uma hora fixa? E são os governos ou os parlamentos nacionais que decidem ou faz-se um referendo, que deixe metade da população aziada com a outra metade?

      Eliminar
    3. Com efeito, estou a imaginar a Alemanha pretendendo ficar no horário de inverno, a França pretendendo ficar no horário de verão, a Espanha também no de inverno e o Reino Unido (como está de saída) a ficar com as habituais mudanças. E depois o pessoal da Bélgica, da Holanda, do Luxemburgo, da Suécia, da Finlândia, da Itália, etc, etc.?

      Que confusão...

      Eliminar

[pub]