2018/06/25

Notícias do dia

Espionagem indiscriminada dos cidadãos pelos operadores resulta em queixa na Comissão Europeia; Apple vai (finalmente) reparar teclados dos MacBooks gratuitamente; o tamanho real dos foguetes da SpaceX; Galaxy S10 vai trocar scanner de íris por câmara 3D; Mi Pad 4 da Xiaomi surpreende com preço de 144 euros (na China); como criar uma balança inteligente com WiFi; e ainda como o GDPR pode ser o fim do "fingerprinting" dos browsers.

Antes de passarmos às notícias do dia, relembro que o nosso habitual meeting mensal é já este sábado, e que continuas a decorrer o nosso passatempo que te pode valer exemplares do livro "Construção de aplicações móveis híbridas com o PhoneGap" da FCA.

Ligação à internet nos Tesla vai ser a pagar a partir de Julho



Para além de tudo que torna os automóveis da Tesla atractivos, os seus utilizadores podiam também desfrutar de internet gratuita sem qualquer preocupação (embora houvesse uma cláusula que exagero no consumo de dados poderia ser cobrado). Pois bem, com o volume de Teslas a aumentar nas estradas devido ao Model 3, chega ao fim este benefício, que dá origem a uma nova opção paga já no próximo mês.

A partir de 1 de Julho os clientes terão que escolher entre o "Standard Connectivity package" ou o "Premium Connectivity package", sendo que o primeiro deverá manter-se gratuito mas perde o acesso a coisas como o sistema de navegação com vista de satélite, visualização do estado de trânsito em tempo real e actualizações que terão que ser feitas via WiFi (excepto actualizações de segurança, que continuarão a ser feitas via LTE); e quem quiser manter o acesso a tudo, como agora acontece, terá que optar pelo "Premium Connectivity package", que deverá ter um custo de $100 por ano. Nos Model S, Model X, e Model 3 mais equipados, será oferecido um ano de Premium Connectivity package.


Apps Android ganham metadados para instalações offline



A Google quer facilitar o processo de fazer chegar apps a todos os utilizadores, incluindo a possibilidade de fazer instalações em modo offline. Actualmente já se pode instalar uma app Android directamente via um APK, mas a Google quer facilitar o processo de associação de uma app instalada dessa forma com a versão que poderá estar disponível na Play Store - fazendo-o através de uma assinatura na app.

A ideia é a de permitir que se criem formas de distribuição de apps que não dependam da internet (or exemplo, passando uma app directamente de um smartphone para outro) - mas mantendo a confiança de que a app é legítima e podendo continuar a receber actualizações via Play Store, como se tivesse sido instalada por essa via. No entanto, é uma novidade que alguns dizem ser uma forma "simpática" de DRM, que no futuro poderá servir para impedir a instalação de apps "não-assinadas"; e que também poderá dar uma falsa sensação de segurança, no caso de apps maliciosas que tenham conseguido obter uma dessas assinaturas.


Como ter o widget do tempo no lockscreen do iOS 12



Espera-se que eventualmente a Apple traga para o iPhone a possibilidade de adicionar widgets e complicações ao lockscreen, como acontece no Apple Watch, mas até lá é possível adicionar o widget do estado do tempo no lockscreen do iOS 12... se estiverem dispostos a seguir um conjunto de regras.

É que para isso é preciso dar permissão da localização permanente à app do estado do tempo, definir um horário "Do Not Disturb" e ainda dar uso à funcionalidade "Bedtime mode" - tudo isto para que, ao acordar, o iPhone apresente o estado do tempo no lockscreen.

... Mais vale continuar a aguardar pela chegada das "complicações" configuráveis neste ecrã.


Parque automático deixa centenas de pessoas sem carro na Suécia


O DOKK1 é um moderno parque de automóveis automático na Suécia, onde os condutores se limitam a deixar o carro à entrada e o parque se encarrega de o transportar até ao local onde ficará guardado até que o venham buscar. Ou pelo menos, assim se esperaria... não fosse um erro no software ter baralhado completamente o sistema, deixando os clientes literalmente sem carros.

Alguns dos clientes esperaram horas para receber os seus carros, apenas para depois serem forçados a desistir e ir de táxi para suas casas; e isso acabou por complicar ainda mais o panorama apocalíptico, pois o parque começou a entregar carros de pessoas que já não estavam lá para os receber, tendo que ser recolhidos novamente...

... E supostamente isto foi apenas um bug que obrigou a reiniciar o sistema e tendo perdido a informação dos carros guardados; imagine-se se tivesse sido um ciberataque que propositadamente tinha baralhado a informação?




Curtas do dia


Resumo da madrugada




Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]