2021/08/16

Notícias do dia

Huawei acusada de querer espiar projecto no Paquistão; trabalhadores remotos duplicam salários com segundo emprego secreto; Nestflix mostra-nos todos os filmes e séries falsos que aparecem em filmes; Covid-19 Delta lança o caos no regresso às aulas nos EUA; regresso à Lua em 2024 "impossível" por falta de fatos espaciais; Tesla anuncia degradação de bateria de 10% em 320 mil km; Xiaomi lança CyberDog idêntico ao Spot da Boston Dynamics - mas muito mais barato; roubo de $610M de criptomoedas resulta em recompensa de $500 mil dólares.

Antes de passarmos às notícias, já arrancou novo passatempo gadget da semana, que desta vez te pode valer um adaptador de tomada universal com carregador USB integrado.

Hacker diz ter roubado dados de 100M de clientes da T-Mobile

A T-Mobile pode estar prestes a entrar na lista dos maiores roubos de dados, com um hacker a anunciar que conseguiu os dados de 100 milhões de clientes da operadora de telecomunicações norte-americana, que incluem: nome, endereços, número de segurança social, números de telefone, IMEI dos telemóveis, cartas de condução.

Algumas amostras fornecidas comprovaram que os dados são válidos, e o hacker está neste momento a oferecer um pacote com dados de 30 milhões de clientes, com números de segurança social e cartas de condução, por 270 mil dólares, com hipótese de negociação para quem quiser o resto dos dados.


Intel entra nos GPUs gaming com ARC Alchemist

A Intel não tem tido tradição de ter GPUs capazes de competir com os GPUs da Nvidia e AMD, mas é algo que a empresa espera conseguir mudar a partir do próximo ano com os seus novos GPUs ARC Alchemist. A nova família de produtos ARC irá destinar-se ao segmento gamer, e estes GPUs prometem ter capacidades capazes de rivalizar com os demais GPUs de referência, incluindo ray-tracing, capacidade de upsampling assistido por AI (DLSS / FSR). São promessas ambiciosas, que em breve poderão ser postas à prova contra os GPUs habituais.




Cápsula Starliner sofre novos atrasos após problemas

Não é só a falta de fatos espaciais que complica a vida à NASA. Além de todos os dispendiosos atrasos no desenvolvimento do foguete SLS, também a cápsula Starliner que está a ser desenvolvida pela Boeing volta a ficar no solo até data a anunciar, depois de terem sido detectadas anomalias inesperadas antes de um lançamento de teste.

Houve uma série de válvulas que deixaram de funcionar, e que vão obrigar a remover a cápsula do Atlas V onde já estava instalada, para um minucioso processo de análise para descobrir o que se terá passado. Por agora a principal suspeita vai para o ambiente de alta humidade da Florida, que a par de outros factores poderá ter contribuído para a corrosão das mesmas, impedindo-as de funcionar. A parte positiva é estas falhas terem sido detectadas agora em vez de mais tarde, em situações que poderiam causar tragédias com astronautas a bordo; mas o lado negativo é que adia as esperanças de ter uma Starliner apta para missões para um futuro sem data anunciada.


Governo chinês entra na administração da ByteDance

Depois de ter aplicado uma série de medidas restritivas aos gigantes tecnológicos locais, o governo chinês parece ter começado a adoptar outra táctica: sentar-se directamente à mesa dos administradores dessas empresas. Pelo menos é isso que já fez com a ByteDance, criadores de inúmeros produtos de sucesso, dos quais se destaca o TikTok que se tem tornado num enorme sucesso a nível mundial. O TikTok já superou o tempo passado no YouTube em diversos países, e no ano passado conseguiu a proeza de destronar o Facebook do primeiro lugar das apps mais descarregadas.

Resta saber de que forma é que esta ingerência cada vez mais pronunciada de Pequim nas actividades das empresas tecnológicas - impedindo que algumas delas entrassem em bolsa nos EUA - poderá ter a longo prazo quanto a potenciais desconfianças sobre recolha de dados e uso desses dados para espionagem em larga escala, usando os produtos de sucesso dessas empresas (sem esquecer que, para a maioria delas, já é uma exigência que esses dados estejam acessíveis pelo governo).

Veremos se esta nova tentativa de manter o controlo a todo o custo não se poderá também vir a tornar na "gota de água" que possa levar a algumas transformações radicais na China...


Curtas do dia


Resumo da madrugada






Curiosidade do dia: Emboras as origens das células solares fotovoltaicas remontem a 1888, só na década de 1950 começariam a surgir as primeiras células solares e painéis solares de utilização prática, e ganhando proeminência com a sua utilização no satélite Vanguard I em 1958.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]