2022/01/10

Notícias do dia

Developer sabota os seus projectos open-source para retaliar contra aproveitamento das grandes empresas; bug no iPhone revela quem lê mensagens ignorando opção de privacidade; Spotify falha promessa do serviço HiFi; Tesla FSD pode não parar nos STOP; iPhone 14 com furo alongado para câmara frontal; Mercedes EQS recusa-se a abrir o capot para os donos; Ford quer impedir revenda da F-150 Lightning no primeiro ano; China proíbe exclusividade de músicas nas plataformas digitais.


Seguem-se as notícias do dia.

Honor apresenta Magic V dobrável

A Honor apresentou o seu Magic V com ecrã dobrável de 7.9" (2272x1984 a 90 Hz), com metades que se podem fechar sem folga no meio, e que é também o primeiro dobrável a dar uso ao mais recente Snapdragon 8 Gen 1 da Qualcomm. No exterior temos um ecrã de 6.45" (2560x1080 a 120 Hz), três câmaras de 50 MP, e duas câmaras de 42 MP para as selfies. Temos ainda 12 GB de RAM, 256 / 512 GB, bateria de 4750 mAh com carregamento rápido de 66 W, e Magic UI 6.0 baseado em Android 12.

O preço na China começa nos 1383 euros, o que não deixa de ser interessante para um dobrável equipado com o mais recente Snapdragon e apetrechado com tais câmaras, com o modelo de 512 GB a ir para os 1522 euros. Veremos que preços terá quando chegar ao ocidente, com a vantagem face aos modelos da Huawei de ter acesso à Play Store - e ficamos a aguardar pelo modelo dobrável mais compacto, com formato ao estilo do P50 Pocket.

James Webb com espelho principal completo

Depois da metade esqueda do espelho principal, a NASA confirmou que o James Webb já tem todo o espelho principal completo, ultrapassando uma etapa crítica do seu processo de reconfiguração após o lançamento.

Ainda demorará mais duas semanas até o JWST chegar ao seu destino, e vários meses de calibrações até que o James Webb nos possa mostrar o que vale, espreitando os confins do universo com maior detalhe do que todos os telescópios anteriores.


Norton Crypto só dá lucro à Norton

O Norton antivirus tem enfrentado a polémica de ter acrescentado um cryptominer que usa o computadores dos utilizadores para minerar criptomoedas mas com comissão para a Norton, e um teste rápido parece demonstrar que o negócio é apenas bom para a Norton e não para os utilizadores.

Um teste revelou que, num computador com uma Nvidia RTX 3060 Ti, o Norton Crypto gerou $0.66 numa noite gastando $0.66 de electricidade. A questão é que 15% desse valor vai para a Norton, e como o valor fica numa carteira da Norton, será ainda necessário pagar comissões adicionais quando se quiser transferir esse valor para a Coinbase para poder ser convertido em dinheiro ou outras criptomoedas. Para quem se quiser meter nestas aventuras, mais vale investigar outros sistemas, como o NiceHash, sem comissões ou comissões bastante mais reduzidas (a maioria dos pool miners cobra comissões de 1-2%, bastante inferiores aos 15% Norton Crypto, pelo qual os utilizadores já tiveram que pagar!)


Europol obrigada a eliminar dados obtidos ilegalmente

Perante acusações de que tem aspirações a tornar-se numa "NSA" em versão Europeia, a Europol recebeu ordens para eliminar dados pessoais de cidadãos que obteve ilegalmente e que fazem parte dos 4 PB de dados que acumula.

O European Data Protection Supervisor (EDPS) exigiu a eliminação de todos os dados com mais de 6 meses, e deu um período de um ano para que a Europol determine quais os dados que pode manter de forma legal. Mas, entre os dirigentes da UE, há quem discorde, e diga que neste mundo moderno será preciso deixar que a Europol acumule todos os dados que conseguir, tal como fazem outras agências de outros países. Talvez mudem de opiniões caso um destes dias sejam os dados acumulados sobre si que sejam revelados publicamente ou usados de forma abusiva.


Curtas do dia


Resumo da madrugada






Curiosidade do dia: A Honor é uma marca de smartphones criada em 2013 pela Huawei, que a deteve na totalidade até se tornar numa empresa independente em 2020 - em grande parte para poder escapar às sanções dos EUA aplicadas à Huawei.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]