2022/04/26

Notícias do dia

Elon Musk compra Twitter por 44 mil milhões de dólares; GM deixa Spark sem baterias de substituição; Perseverance capta eclipse em Marte; Apple começa a remover apps antigas da App Store; um estranho caso de um Tesla a chocar com um avião; e a UE quer saber como os algoritmos dos gigantes tecnológicos funcionam e exige plataformas abertas - app stores, serviços de mensagens, e outros que possam falar com serviços concorrentes.

Antes de passarmos às notícias, já temos novo passatempo semanal, que desta vez te pode valer um powerbank Ockred de tamanho compacto.

Jeff Bezos lança "suspeitas" sobre compra do Twitter por Musk

A compra do Twitter por Elon Musk não passou despercebida a Jeff Bezos, que não resistiu a lançar algumas "farpas", insinuando que devido ao peso que a China tem nos negócios de Musk, a China ficaria agora com maior peso para influenciar o Twitter.


Mas, sabendo-se que nesta divisão dos bilionários o melhor é jogar pelo seguro, logo de seguida desarmou a insinuação, dizendo que não acredita que tal aconteça.


Veremos se no futuro a conta de Twitter de Jeff Bezos começará a sofrer de alguns misteriosos problemas técnicos...


Play Store começa a apresentar etiquetas de privacidade

Depois de uma fase de testes, a Google está finalmente a disponibilizar para todos a informação de segurança e privacidade das apps de forma mais visível, com uma nova secção na Play Store.

A medida segue-se a outra idêntica implementada pela Apple na App Store (e que curiosamente deixou de funcionar há vários dias - mas acreditando-se que seja apenas um bug temporário). Com estas indicações, os utilizadores deverão ficar melhor informados sobre os usos que as apps dão aos dados recolhidos - isto, assumindo-se que se pode acreditar no que dizem, o que infelizmente nem sempre é o caso.


Panic com receio das seasons semanais dos jogos Playdate

A curiosa consola Playdate está finalmente a ser enviada para os compradores, mas a empresa ainda está algo receosa de como os jogadores irão reagir à forma como os jogos são disponibilizados.

Em vez de disponibilizar todos os 24 jogos prometidos de uma só vez, os jogos irão ser disponibilizados a um ritmo de dois por semana, com lançamento à segunda-feira. Uma técnica que visa manter um interesse continuado na consola, mas que poderá angustiar alguns dos jogadores nesta era do "acesso imediato" (basta ver o quanto já se reclama dos serviços de streaming que lançam episódios semanais em vez da season completa de uma só vez). Pelo menos, depois de lançados, os jogadores continuarão a ter acesso aos jogos anteriores, e poderao sempre carregá-los directamente - se apenas tivessem os dois jogos semanais e sem possibilidade de jogar os anteriores, isso é que seria mais complicado de justificar.


China vai testar desvio de asteróide

A China também parece levar a sério a ameaça de um asteróide que possa colidir com o nosso planeta, e anunciou que irá lançar uma missão de teste para avaliar a eficácia do desvio de asteróides que possam ser uma ameaça.

A técnica consistirá em fazer colidir uma sonda com um asteróide, alterando ligeiramente a sua trajectória de modo a evitar a colisão com a Terra. É uma das técnicas mais simples (e, espera-se, eficaz) mas fica dependente da capacidade de detectar atempadamente estes asteróides, para que esta operação possa ser feita com tempo suficiente para que a alteração da trajectória resultante da colisão resulte efectivamente no desvio pretendido. A NASA também está a realizar um teste idêntico, com uma sonda já lançada o ano passado, e que deverá colidir com um pequeno asteróide em Setembro deste ano.


Curtas do dia


Resumo da madrugada







Curiosidade do dia: Elon Musk foi um dos criadores do banco online X.com em 1999, que se viria a juntar com o Confinity no ano seguinte para dar origem ao PayPal - que seria comprado pelo eBay por $1.5B em 2002, permitindo que Musk lançasse a SpaceX e se tornasse no principal investidor (e dono) da Tesla.


Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]