2018/04/16

Notícias do dia

Autoridades apanham traficante através de foto da sua mão no WhatsApp; baterias dos Tesla sem degradação significativa após 250 mil quilómetros; vimos como funcionam os sensores de imagem nas câmaras; reconhecimento de voz da Google já separa duas pessoas a falar em simultâneo; uTorrent marcado como "indesejado" pelo Windows Defender e Anti Virus; Gmail vai ganhar emails com data de expiração em modo confidencial; o serviço Phantom Auto conduz carros autónomos remotamente em casos complicados; e a Apple apanhou 29 "leakers" em 2017 - 12 dos quais foram detidos.

Antes de passarmos às notícias em destaque hoje, relembro que estamos na recta final do passatempo que te pode valer uma luz nocturna Xiaomi Mijia com sensor de movimento. Amanhã, chega nova oferta.

Facebook precisa dar aos utilizadores todos os dados a que têm direito



O Facebook tem usado o argumento de que permite fazer o download dos dados dos utilizadores como sendo uma "grande coisa" - mas esquece-se de referir que isso já seria obrigatório, de uma forma ou de outra, por conta da nova regulamentação de dados privados na Europa. No entanto, há quem relembre que o Facebook continua a não disponibilizar todos os dados que vai acumulando sobre os utilizadores, tal como a teia de relacionamentos a que chama social graph.

Seria talvez já indicador que, noutros tempos, o Facebook arranjasse mil e uma formas para permitir aos utilizadores importarem os seus contactos do Gmail... mas sem permitir o processo no sentido inverso. É a demonstração cabal de que os problemas no Facebook estão mesmo enraizados na sua filosofia de trabalho desde o início... e poderão nunca chegar a ser resolvidos - apenas disfarçados.


Conteúdos "não-Netlifx" dominam a Netflix nos EUA



Por cá podemos ter dose reforçada de conteúdos produzidos pela Netflix, mas nos EUA cerca de 80% dos conteúdos visionados são licenciados de outras produtoras e estúdios. É um número que ajuda a explicar porque motivo a Netflix tem investido fortemente em produção própria... mas seria bom comparar estes resultados com o de outros países - como o nosso - onde a quantidade de conteúdos disponíveis é bem mais limitado (face aos EUA) e por isso as produções da Netflix ganham interesse redobrado.

... Se eu servir de exemplo, nos últimos meses a maior parte do meu (pouco) tempo livre tem sido (demasiado) ocupado a ver séries e filmes da Netflix... (E o facto de serem disponibilizados em 4K HDR também ajuda, é certo... :)


Apple prolonga garantia para Apple Watches "inchados"



Quem tiver um Apple Watch Series 2 cuja bateria tenha começado a inchar, poderá tirar partido da extensão da garantia que a Apple volta a fazer. Anteriormente, a Apple já tinha feito o mesmo relativamente aos Apple Watch originais, e agora volta a dar-se o caso de também nos Series 2 alguns dos smartwatches voltarem a sofrer do mesmo problema.

... Bem, sempre é melhor inchar a bateria do que pegar fogo... Mas falando mais a sério, demonstra bem a importância crítica do controlo de qualidade nas baterias, e que ninguém está imune a ter problemas.


Desconfiança no blockchain e criptomoedas aplicou-se à World Wide Web nos anos 90


Hoje em dia é um dado assumido que a web é um sucesso, e que a Amazon vende milhões de produtos online por dia... mas nem sempre foi assim. Há quem trace um paralelo entre a desconfiança que actualmente se aplica a tecnologias como o blockchain e criptomoedas, e a que era aplicada à world wide web antes de se tornar no fenómeno que conhecemos. No início da década de 90 havia muitos especialistas a dizer que o conceito da world wide web não funcionaria e não seria sustentável.

Hoje em dia é fácil saber quem é que estava certo e errado a esse respeito... esperemos apenas não ter que esperar 30 anos para o saber, em relação ao blockchain e criptomoedas. :)


Curtas do dia


Resumo da madrugada




Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]