2019/07/29

Notícias do dia

BMW vai cobrar anuidade pelo CarPlay; No More Ransom já poupou mais de €100 milhões em resgates de ransomware; automóveis só precisam do selo do seguro afixado no pára-brisas; XNRGI promete baterias revolucionárias; Tesla pressionada a abrir rede Supercharger a outras marcas; Hyundai Kona explode em garagem no Canadá; Starhopper voa pela 1ª vez; Android chega à Nintendo Switch; e ainda o documentário The Great Hack na Netflix que explica o caso Cambridge Analytica e o risco para todas as eleições de agora em diante.

Antes de passarmos às notícias do dia, esta semana temos para oferecer uma luz LED solar para exterior no passatempo de gadget da semana; participa e partilha.

GitHub bloqueia acesso ao Irão, Síria e Crimeia



Relembrando que a "cloud" pode não ser para todos, o GitHub - agora pertencente à Microsoft - anunciou que bloqueou o acesso de developers de países como o Irão, Síria e Crimeia. A MS diz ter que cumprir com as leis norte-americanas, e que as restrições impostas a esses países obrigaram a implementar esse bloqueio.

Pela parte positiva, pode relembrar à UE os riscos da dependência excessiva em serviços de empresas norte-americanas, que a qualquer momento poderão ter que cumprir quaisquer outras ordens que um presidente se lembre de mandar ao acordar mal-disposto. Por outro lado, não é como se a UE fosse neste momento um exemplo de estabilidade ou bom-senso... como se pode ver pela notícia que se segue.


França quer satélites militares com metralhadoras e lasers



Se do lado de lá do canal da Mancha temos o Brexit, do lado de cá as coisas parecem também estar a entrar em modo de demência por contágio. França anunciou que irá fazer um forte investimento no sector militar espacial (até com a criação de uma força espacial de defesa), e que espera colocar no espaço satélites equipados com armas laser e metralhadoras.

Sinceramente, até teria curiosidade de ver estes micro-satélites a disparem uma metralhadora no espaço (pela efeito de reacção que teria), não fosse depois termos balas a acumular ao número crescente de detritos em órbita que se tornarão um risco para todos os outros satélites. Esperemos que na altura em que for necessário gastar milhares de milhões de euros nisto, já por lá se encontre um qualquer governante com um pouco mais de bom senso (embora isso pareça ser cada vez mais raro).


Teslas vão ter acesso ao YouTube e Netflix



A reprodução de vídeos está bloqueada nos Tesla, permitindo apenas ver as imagens da câmara traseira - mesmo quando se está parado - mas isso é algo que irá mudar em breve. Elon Musk diz que será possível ter acesso ao YouTube e Netflix no ecrã do carro, desde que o veículo esteja parado, como já seria de imaginar.

Espero é que a actualização não se limite ao YouTube e Netflix, e seja aplicada de forma indiscriminada para qualquer plataformas de vídeo que cada utilizador decida usar. Estando o carro parado, não há motivo para que não se devesse poder usar o ecrã como bem se entendesse. E de preferência, sem que seja um extra que implique pagamento de anuidade (embora a Tesla também tenha começado a cobrar o uso de dados desde o ano passado com o seu "Premium Connectivity package").


Elon Musk diz que versão 10 do software Tesla está para breve



Ainda a propósito da Tesla, a próxima grande actualização do software dos seus automóveis - a versão 10 - deverá chegar nos próximos meses com novidades interessantes. Para além da prometida capacidade do Autopilot lidar com semáforos, sinais de stop e estradas citadinas, chegarão também algumas melhorias de ordem prática, como leitura por voz das mensagens recebidas, ou um modo que reduz o volume de vários dos sons emitidos, muito pedido por quem costuma viajar com crianças a dormir nos lugares traseiros.

... Também seria simpático se a Tesla reconhecesse finalmente que muitos condutores apreciariam poder usar os seus iPhones ou Androids via CarPlay ou Android Auto... mas parece que isso não está para breve, nem sequer como opção paga à parte.


Curtas do dia


Resumo da madrugada




Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]