2018/07/09

Notícias do dia

União Europeia considera o fim da mudança de hora e quer saber o que os Europeus pensam; Elon Musk já testa mini submarino para salvamento das crianças na Tailândia; iOS 11.4 está a gastar bateria excessiva a alguns utilizadores; Xiaomi Mi A2 chega a 25 de Julho a Espanha; Porsche 919 Hybrid bate recorde no Nurburgring; NASA avança com voos supersónicos "silenciosos" antes do final do ano; Itty Bitty Site cria sites guardados no próprio URL; LEGO Voltron chega às lojas a 1 de Agosto; Google e Facebook "assustam" utilizadores para que aceitem partilhar dados; e como acelerar um Android alterando a velocidade das animações e transições.

Antes de passarmos às notícias do dia, relembro que no passatempo gadget da semana temos para oferecer uma fita LED RGB ideal para aplicar na traseira de um monitor para criar um ambiente luminoso mais agradável.

Polar revela demasiados dados dos utilizadores



Depois do incidente do Strava, que estava a revelar publicamente informação referente a treinos dos utilizadores, divulgando coisas como movimentações em bases militares, descobre-se agora que a Polar faz ainda pior.

Altas patentes militares podem ter os seus treinos visíveis publicamente, revelando não só o seu percurso em bases ao longo dos anos, como também a sua rotina diária, permitindo através da informação dos seus treinos perceber onde trabalham, onde moram, onde costumam estacionar, etc. etc.


Motorola resolve deformação em ecrãs dobráveis com calor


A utilização de ecrãs flexíveis dobráveis vem acompanhado de inúmeros problemas, e a Motorola tem uma solução engenhosa para lidar com um deles. Um ecrã flexível começa a ficar deformado na zona onde dobra, mas a Motorola quer resolver isso com dobradiças com um elementos de aquecimento que podem aquecer o ecrã e fazê-lo regressar ao estado original.

Imagino que esta solução não seja muito amiga da bateria, mas talvez seja possível canalizar o calor produzido pelo CPU para aquela secção, o que já ajudaria a minimizar (ou até evitar) a necessidade de aquecimento extra.


Reino Unido quer pontos de carregamento eléctrico nas casas novas



O Reino Unido quer acelerar a transição dos combustíveis fósseis para as energias renováveis, e para isso está a considerar a obrigatoriedade de instalar um ponto de carregamento de veículos eléctricos em todas as casas novas. Um requisito que não me parece ser nada de especial, e que desde logo deveria ser considerado por todos os construtores mesmo que não fosse obrigatório.

Afinal, é algo que, ao estilo da obrigatoriedade que por cá já se aplica a meter painéis solares para aquecimento da água, etc. etc. E não me parece que qualquer pessoa no seu perfeito juízo não quisesse contemplar de raiz essa possibilidade - embora a mais longo prazo se possa equacionar se realmente faz sentido que cada pessoa / residência tenha o seu próprio automóvel pessoal... mas isso seria outra discussão.


Seguradora Suiça recusa seguros a empresas que dependam de energias fósseis



Quando se fala de energia espera-se ouvir falar das empresas petrolíferas e de energia, mas agora também as seguradores querem dar o seu contributo. A Swiss Re, uma gigante suiça no ramo das seguradoras, vai recusar fazer seguros a empresas que usem 30% ou mais de energia oriunda do carvão.

A medida será um forte incentivo para que todas as empresas se sintam mais "incentivadas" a adoptar energia de fontes limpas e renováveis; e junta-se a decisões idênticas já tomadas por seguradoras como a Allianz e Dai-Chi. Não deixa de ser um pouco triste ter que se chegar ao ponto de terem que ser as seguradoras a fazer aquilo que todos deveriam fazer por sua própria iniciativa... mas, nesta missão de reduzir a emissão do CO2, não se podem olhar a meios para atingir esse fim.


Curtas do dia


Resumo da madrugada




Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]